Nome do Projeto
Caráter, ausência de caráter e virtude
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
02/04/2017 - 31/07/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas - Filosofia - Ética
Resumo
Este projeto busca apresentar duas teses absolutamente incompatíveis acerca do caráter. (i) uma delas, denominada situacionista, baseada em investigações da psicologia moral contemporânea, sustenta que não há traços robustos que nos definam, que não há a ideia mesma de caráter, e que que todas as ações são determinadas pelas circunstâncias. Outra (ii) apresenta uma visão dura acerca do caráter a partir da ética aristotélica, sustentando que há algo que nos define, o caráter, e que uma vez adquirido, torna-se incontornável. Por fim, o artigo indicará que há passagens na ética de Aristóteles que permitem defender uma leitura alternativa para (i) e (ii).

Objetivo Geral

(i) investigar a noção de caráter em Aristóteles buscando precisar se sua concepção de caráter supõe uma determinação da ação do agente, ou se ela indica uma flexibilidade que indicaria um viés libertista;
(ii) analisar os resultados obtidos pelos experimentos da psicologia moral e social contemporânea que rejeitam a ideia de traços robustos de caráter;
(iii) propor uma resposta que pode ser dada pela ética das virtudes aos defensores de (ii).

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ARTUR MAGOGA CARDOZO2001/08/201931/07/2020
CARLOS ALBERTO MIRAGLIA202/04/201731/07/2020
GABRIEL FERNANDES STEIMBRUCH202/04/201731/07/2020
MARCOS VINICIUS RODRIGUES BRIZOLA202/04/201731/07/2020
MARCOS VINICIUS RODRIGUES BRIZOLA1201/08/201731/03/2019
NATHALIA GOES DE SANTANA1201/08/201731/07/2018
VINÍCIUS CEZAR BIANCHI202/04/201731/07/2020

Página gerada em 25/01/2021 20:33:57 (consulta levou 0.091117s)