Nome do Projeto
Desempenho reprodutivo de vacas de corte e associações genéticas com ganhos em peso
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/05/2017 - 01/07/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Zootecnia - Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
Resumo
As características reprodutivas são essenciais para a manutenção e seleção dos rebanhos, além de sua importância econômica, mas ainda são pouco exploradas. Um dos maiores desafios entre os criadores é a produção de matrizes sexualmente precoces e com altas taxas de fertilidade, que podem ser obtidas por meio de seleção para maiores taxas de reconcepção, número de partos, prenhez precoce e reduzida da idade ao primeiro parto. Entretanto, a inclusão ou substituição de características em índices de seleção requer conhecimento prévio sobre as mesmas, o que torna fundamental os estudos que avaliem diferentes características relacionadas à eficiência reprodutiva de fêmeas, quando o objetivo é aumentar produtividade de rebanhos de bovinos de corte. Dessa forma, no presente estudo será avaliada a variabilidade genética de características reprodutivas mensuradas em fêmeas (reconcepção de novilhas, número de partos até os 53 meses de idade, prenhez aos 18 meses de idade e idade ao primeiro parto) e ganhos em peso (do nascimento a desmama e da desmama ao sobreano), além de determinar a magnitude das associações genéticas existentes entre o desempenho reprodutivo de vacas de corte com o potencial genético para ganho em peso. Cabe destacar que na execução do presente projeto não será necessária a coleta de dados de animais, sendo utilizados dados já disponíveis, não havendo a necessidade de apreciação da proposta pela comissão de ética da instituição (Comissão de Ética em Experimentação Animal, CEEA-UFPel).

Objetivo Geral

No presente estudo será avaliada a variabilidade genética de características reprodutivas e relacionadas à longevidade de fêmeas (reconcepção de novilhas, número de partos até os 53 meses de idade, prenhez aos 18 meses de idade e idade ao primeiro parto) e ganhos em peso (do nascimento a desmama e da desmama ao sobreano), além de determinar a magnitude das associações genéticas existentes entre o desempenho de vacas de corte com o potencial genético para ganho em peso até o sobreano.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
FABIO RICARDO PABLOS DE SOUZA301/05/201701/07/2020
GABRIEL SOARES CAMPOS101/05/201701/07/2020
ISABELLA ALMEIDA FERREIRA1201/08/201731/07/2018
PATRÍCIA IANA SCHMIDT101/05/201701/07/2020

Página gerada em 03/12/2020 22:21:46 (consulta levou 0.278242s)