Nome do Projeto
INFLUÊNCIA DA ATIVIDADE RESPIRATÓRIA DE SEMENTES DE AVEIA PRETA EM ESPAÇOS CONFINADOS DE UNIDADES DE BENEFICIAMENTO DE SEMENTES
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
31/05/2017 - 30/04/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola
Resumo
No Brasil a atividade de produção de sementes para o atendimento da questão da segurança alimentar e nutricional, além da matriz bioenergética gera notório o empenho dos empresários rurais e das instituições na manutenção e no incremento da qualidade com foco produtivo, sendo que muitas vezes provoca o desamparo do trabalhador rural, que não raramente, se dispõe a trabalhar exposto a todo tipo de risco presente nas UBSs. Dentre os riscos destaca-se o trabalho em espaços confinados com acúmulo de produtos que geram risco grave e iminente a saúde dos trabalhadores.Este trabalho teve como objetivo avaliar a atividade respiratória da semente de aveia preta em duas situações: seca e úmida e comparar os valores encontrados com limites estabelecidos por metro cúbico de espaço confinado de unidade beneficiadoras de sementes. Atividade respiratória aveia preta (cultivar EMBRAPA BRS 139) colhidas em quatro diferentes lotes: Oeste 1, Oeste 2, Sul 1 e Sul 5. Foram utilizadas 4g de sementes por repetição para os dois tratamentos: sementes secas e sementes embebidas por uma hora em água destilada, sendo a medida da liberação de CO2 das sementes foi realizada em 20 aparelho de Pettenkofer. A análise estatística demonstrou que houve interação entre os níveis (úmido e seco) mas no entanto não houve diferença estatística entre as médias. O que corrobora que independente de sementes úmidas ou não, a quantidade de sementes necessárias para expor um trabalhador a risco grave é um único saco de aveia preta. Portanto, a atividade respiratória das sementes de aveia preta quando acondicionadas em espaços confinados consomem o oxigênio a tal ponto que após 24 horas pouca quantidade de sementes liberam dióxido de carbono suficiente para ultrapassar o limite de tolerância e apresentarem risco grave e iminente a saúde e vida do trabalhador que por ventura venha a entrar neste recinto. Os valores dos limites estabelecidos por metro cúbico de espaço confinado em uma unidade de beneficiamento de sementes de aveia preta é de aproximadamente 57kg seco e 50kg úmido.

Objetivo Geral

OBJETIVO GERAL: O presente projeto tem como objetivo estudar a atividade respiratória da semente de aveia preta por metro cúbico de espaço confinado de unidade beneficiadoras de sementes.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
- Analisar a quantidade produzida de CO2 por volume de sementes de aveia preta;
- Analisar o impacto da produção de CO2 pelas sementes de aveia preta em um metro cúbico de espaço confinado;
HIPÓTESES: Se a uma determinada quantidade espécies de sementes, cuja atividade respiratória foram estudadas, em vinte e quatro horas por metro cúbico de espaço confinado, alcançam valores de concentração de CO2 suficiente para superar os valores de LT, NA e Vmáx, qual a quantidade de semente de aveia preta é necessária para superar esses limites?

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ARIELE PAULA NADAL431/05/201730/04/2019
DANILO FRANCHINI231/05/201730/04/2019
FRANCISCO AMARAL VILLELA231/05/201730/04/2019
HENRIQUE ROBERTO MALDANER431/05/201730/04/2019
TIAGO ZANATTA AUMONDE231/05/201730/04/2019

Página gerada em 08/12/2019 19:35:22 (consulta levou 0.083230s)