Nome do Projeto
Efeito da irrigação sobre os componentes de produção de um pomar de pessegueiro, cultivar Esmeralda
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/01/2018 - 31/12/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola - Engenharia de Água e Solo
Resumo
O pessegueiro tem sido uma boa opção para os produtores que buscam alternativas para suas propriedades. A técnica de irrigação pode oferecer para o agricultor maior garantia na sua produção, propiciando uma maior estabilidade e confiança do investimento realizado, bem como agregar valor de mercado ao produto, especialmente no fruto destinado ao mercado “in natura”. O presente trabalho tem os seguintes objetivos: i) determinar o melhor manejo da irrigação para o pessegueiro; ii) determinar o nível de estresse do pessegueiro para as condições do Sul do Brasil; iii) avaliar a influência da textura do solo no manejo de irrigação no pomar de pessegueiro; e iv) avaliar a influência da irrigação durante o estádio de pós-colheita no crescimento e desenvolvimento e na produtividade do pessegueiro. O pomar foi implantado com a cultivar Esmeralda e atualmente possui 7 anos de idade. O espaçamento entre plantas é de 1,7 m e entre linhas de 5,5 m, sendo que a área experimental possui aproximadamente 1,8 ha (total de 18 linhas). Entre 2010 e 2012, foram selecionadas 101 plantas aleatoriamente, sendo coletadas amostras de solo, com estrutura deformada, nas camadas de 0,00-0,10 m e 0,10-0,20 m, ao lado de cada uma das 101 plantas, onde foram determinados os teores de areia, silte e argila. O mapa de distribuição espacial da textura do solo norteou a seleção de quatro linhas de plantas onde será instalado um sistema de irrigação por gotejamento em duas linhas, sendo as outras duas sem irrigação. O delineamento experimental será em blocos, com 20 plantas por bloco, que serão selecionadas através da avaliação do diâmetro de tronco. A lâmina de irrigação a ser aplicada será avaliada levando em consideração parâmetros do solo, da planta e do clima. A condição hídrica da planta será avaliada medindo-se o seu potencial de água. Serão avaliados os seguintes atributos da planta: crescimento do diâmetro de caule, curva de crescimento de ramos, época do período de dormência, produção total, crescimento do fruto e sólidos solúveis totais. O efeito da irrigação no pessegueiro será avaliado por meio da estatística experimental e as relações entre os atributos do solo, da planta e do clima serão avaliados por meio da análise estatística multivariada. Espera-se estabelecer e indicar para os produtores de pessegueiro da metade Sul do Rio Grande do Sul o correto manejo da irrigação para o pessegueiro e a formação de um Doutor e um Mestre em Manejo e Conservação do Solo e da Água.

Objetivo Geral

-Determinar o melhor manejo da irrigação para o pessegueiro;
-Determinar o nível de estresse do pessegueiro para as condições do Sul do Brasil;
-Avaliar a influência da textura do solo no manejo de irrigação no pomar de pessegueiro;
-Avaliar a influência da irrigação durante o estádio de pós-colheita no crescimento e desenvolvimento e na produtividade do pessegueiro.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEX BECKER MONTEIRO2016/12/201401/03/2016
LEDEMAR CARLOS VAHL216/12/201431/12/2017
LUCIANA MARINI KOPP216/12/201431/12/2017
LUCIANO RECART ROMANO2016/12/201401/07/2017
OSVALDO RETTORE NETO216/12/201431/12/2017
RODRIGO VALANDRO MAZZARO1201/08/201531/07/2017
VITOR EMANUEL QUEVEDO TAVARES216/12/201431/12/2017

Página gerada em 23/09/2020 01:02:30 (consulta levou 0.086578s)