Nome do Projeto
Avaliação da resposta inflamatória de potros neonatos nascidos de éguas com placentite ascendente através da mensuração das proteínas de fase aguda
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
02/05/2017 - 02/05/2021
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica Veterinária
Resumo
As proteínas de fase aguda compreendem um grande grupo de proteínas que se reduzem (PFA negativas) ou se elevam (PFAs positivas) rapidamente em resposta à infecções ou lesões teciduais, e os níveis geralmente refletem o grau e extensão do processo inflamatório e infeccioso, sugerindo que alguns destes mediadores podem ser usados como marcadores precoces do processo séptico. Embora outros processos infecciosos ou lesões teciduais estejam associados com a resposta de PFAs, a resposta induzida por infecções bacterianas é geralmente muito acentuada, com grande e rápida variação nos níveis plasmáticos. Em neonatos equinos, entretanto, a quantificação das PFAs e sua utilidade como marcadores precoces da presença de sepse não está completamente esclarecida. A utilização de marcadores bioquímicos mais específicos, que avaliem as funções metabólica e energética, e o grau de resposta inflamatória através das PFAs em neonatos durante as primeiras horas de vida podem ser ferramentas úteis para estabelecimento de um diagnóstico precoce de sepse, e podem auxiliar na determinação de um prognóstico em potros em estado crítico. Tem-se como hipótese que potros sépticos demonstram marcadas alterações no metabolismo energético, que incluem alterações nas concentrações de glicose, triglicerídeos e colesterol; e intensa resposta inflamatória, caracterizada pelo aumento das concentrações das proteínas de fase aguda, como Amiloide A sérica, Adrenomedulim , Alfa-feto proteína, Paraoxonase e Procalcitonina, Acredita-se ainda que estes marcadores podem ser utilizados no diagnóstico precoce de sepse em potros nascidos de éguas com placentite e podem ser utilizados como preditores de não sobrevivência durante as primeiras 48 horas de vida.

Objetivo Geral

O objetivo deste estudo é avaliar a resposta inflamatória em potros nascidos de éguas com placentite ascendente na presença de sepse, através da mensuração das proteínas de fase aguda, avaliando sua utilidade como marcadores precoces do processo séptico e correlacionar esses marcadores com a sobrevivência destes animais.
 Comparar a resposta clínica, hematológica, bioquímica e inflamatória de potros nascidos de éguas com placentite ascendente na presença e ausência de sepse, e potros controle, nascidos de éguas sem alterações placentárias;
 Avaliar e diferenciar as condições clínicas e a capacidade de resposta neonatal dos potros de risco provenientes de éguas com placentite;
 Mensurar os níveis séricos/plasmáticos das proteínas de fase aguda durante as primeiras horas de vida em potros controle e potros nascidos de éguas com placentite ascendente;
 Avaliar a utilidade das proteínas de fase aguda como marcadores precoces do processo séptico.
 Verificar se existe correlação entre o grau de resposta inflamatória nas primeiras horas de vida e a presença de sepse.
 Estabelecer a utilidade dessas proteínas como marcadores precoces de sepse em potros e se existe correlação com a sobrevivência desses potros.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALICE CORRÊA SANTOS202/05/201702/05/2021
AUGUSTO LUIZ POSTAL DALCIN202/05/201702/05/2021
BRUNA DOS SANTOS SUÑÉ MORAES202/05/201702/05/2021
CAMILA GERVINI WENDT202/05/201702/05/2021
CARLOS EDUARDO WAYNE NOGUEIRA102/05/201702/05/2021
CAROLINA LITCHINA BRASIL202/05/201702/05/2021
CASSIANO MORAES DORNELES202/05/201702/05/2021
CRISTINA GEVEHR FERNANDES102/05/201702/05/2021
DÉBORA MACHADO NOGUERA202/05/201702/05/2021
FERNANDA MARIA PAZINATO202/05/201702/05/2021
FERNANDA TIMBO D'EL REY DANTAS202/05/201702/05/2021
FRANCINE DEQUECH BELEM202/05/201702/05/2021
GABRIELA CASTRO DA SILVA202/05/201702/05/2021
JEMHALLY DILLENBURG HACK202/05/201702/05/2021
JOÃO PEDRO HÜBNER ETGES202/05/201702/05/2021
LEONARDO MOTTA FORNARI202/05/201702/05/2021
LETÍCIA DA SILVA SOUZA202/05/201702/05/2021
LORENA SOARES FEIJO202/05/201702/05/2021
LUCIANA DE ARAUJO BORBA802/05/201702/05/2021
LUZIA LEON COELHO LEAL202/05/201702/05/2021
MARCO AURELIO SILVEIRA NUNES FILHO202/05/201702/05/2021
MARIANA ANDRADE MOUSQUER202/05/201702/05/2021
NATALIA RIBEIRO PINTO202/05/201702/05/2021
NATHALIA DE OLIVEIRA FERREIRA1201/08/201831/07/2019
RAFAELA PINTO DE SOUZA202/05/201702/05/2021
SILVIA REGINA LEAL LADEIRA102/05/201702/05/2021
TAMARA FONSECA ORTIZ202/05/201702/05/2021
VINICIUS DE SOUZA IZQUIERDO202/05/201702/05/2021
VITÓRIA MÜLLER202/05/201702/05/2021

Página gerada em 22/07/2019 01:20:24 (atualização a cada 15 minutos)