Nome do Projeto
O ator e o teatro contemporâneo: atuação e dramaturgias
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/08/2017 - 31/07/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes - Artes - Teatro
Resumo
Esta pesquisa é uma continuidade do trabalho que venho desenvolvendo a partir do meu mestrado - Do texto à cena: Transcriações da obra de Caio Fernando Abreu, UFMG, Letras, 2005 - e que foram aprofundadas durante minha tese de doutoramento - O ator e o personagem: Variações e limites no teatro contemporâneo, UFMG, Belas Artes, 2013 - durante o qual investiguei tanto a constituição da cena nesse teatro, que, ao final do século passado foi chamado por Hans-Thies Lehmann de Teatro Pós-dramático e por Josette Féral de Teatro Performativo, quanto a maneira como o ator trabalha neste tipo de cena. A cena contemporânea desestabilizou e ampliou não só o que se entendia como próprio do trabalho do ator, modificando as competências mínimas para se estar em cena, no palco ou área de atuação, mas a própria conceituação dessa cena, que assimilou e incorporou diversos procedimentos e formas vindas tanto da dança quanto da performance. Aquele que se debruça sobre o teatro contemporâneo pode observar o quanto a escrita do texto teatral tem-se alterado, A preocupação com a fábula, com a necessidade de contar uma história que possua um início, o seu meio, e termine após atingir o clímax, vem-se diluindo e deteriorando passo a passo. Depois de montarmos o espetáculo “Entre o amor e o medo”, em que investigamos os desdobramentos do depoimento autobiográfico, tanto em termos dramatúrgicos como na maneira como o ator se posiciona perante ele, enquanto intérprete e ao mesmo tempo autor desse texto, decidimos enveredar pela construção de uma nova dramaturgia em um espaço diferente, o espaço da rua. A escolha deste espaço implica em mudanças tanto no plano da interpretação quanto no próprio plano da dramaturgia, pois a dinâmica do espaço público exige outra forma de pensar e desenvolver o texto cênico, que precisa ser pensado em todos os seus componentes, não só textuais, mas plásticos e sonoros. A atuação, que necessita incorporar diversos elementos épicos e performativos, será objeto de reflexão a partir destes elementos.

Objetivo Geral

A pesquisa visa investigar e descrever a metodologia de trabalho do ator no teatro que é realizado neste início de século XXI, detendo-se naquelas dramaturgias que exploram tanto a desconstrução da narrativa dramática, quanto a performatividade do ator, questionando a maneira tradicional de atuação e rompendo limites entre o ficcional e o não-ficccional. Partimos da observação dos desdobramentos ocorridos na dramaturgia teatral a partir do último quartel do século XX, não só como texto, mas como cena repetidamente atualizada diante do espectador, e de como isso se refletiu e se reflete na maneira como o ator concebe e executa o seu trabalho, tanto em cena como em sala de ensaio.
A partir do estudo teórico-prático de elementos dramatúrgicos e narrativos, assim como de diferentes maneiras do ator se colocar em cena, foi construído um espetáculo cênico – “Entre o amor e o medo, escolhi o amor” – que estreou em julho de 2016 e que alternava entre narrativas ficcionais, depoimentos autobiográficos e outros tipos de texto. No atual momento da pesquisa estamos modificando algumas partes da estrutura do espetáculo, assim como continuamos o processo de reflexão sobre o processo de construção e estabelecimento da dramaturgia, assim como sobre a maneira como o ator se coloca em cena, focando nas alternâncias entre os seus regimes/formas de narração/atuação e as relações estabelecidas com os materiais dramatúrgicos.
Na continuidade do processo de pesquisa pretendemos construir um espetáculo de rua, trabalhando a partir de documentos e depoimentos sobre o tema da exclusão e da fronteira. Este trabalho dará prosseguimento ao nosso estudo, focando nas dramaturgias criadas dentro do escopo dos “Teatros do Real”. Título de um livro publicado em 1998 por Maryvone Saison, as práticas cênicas englobadas por esta denominação não se apóiam apenas no documental, mas buscam questionar a conversão do real em signo e em elemento narrativo, analisando suas imbricações com a ficção e questionando os limites entre ambos.
Trabalhando no espaço público, iremos refletir sobre como este espaço implica em alterações tanto no plano da dramaturgia, neste processo de incorporação de elementos do real e de se situar fora do edifício teatral, quanto no plano da atuação, que passa a operar numa estrutura que necessita de um manejo diverso dos elementos épicos e performativos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALINE DA SILVA MEIRA COTRIM801/08/201731/07/2018
CARLA SILVA ARAUJO401/08/201731/07/2018
EVELIN CRISTINE SUCHARD AIRES801/08/201731/07/2018
EVELIN CRISTINE SUCHARD AIRES1201/08/201731/07/2018
FERNANDA VIEIRA FERNANDES410/08/201531/07/2016
JOÃO VITOR SOARES1201/05/201831/07/2018
THALLES ECHEVERRY FEIJÓ2001/08/201731/07/2018
THALLES ECHEVERRY FEIJÓ1201/08/201730/04/2018
THALLES ECHEVERRY FEIJÓ1201/08/201531/07/2017

Página gerada em 26/02/2020 01:52:13 (consulta levou 44.228187s)