Nome do Projeto
Relação das práticas de gestão da Segurança e Saúde no Trabalho (SST) como variáveis influentes na vantagem competitiva em organizações brasileiras
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/08/2017 - 27/03/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Engenharias - Engenharia de Produção - Higiene e Segurança do Trabalho
Resumo
A Segurança e Saúde no Trabalho (SST) vem sendo tema recorrente tanto no campo da pesquisa acadêmica, quanto em ações de instituições de classe ou órgãos governamentais. Porém, mesmo neste cenário os índices de acidentes ainda são preocupantes e demandam especial atenção. Pode se supor que o desenvolvimento de soluções voltadas à SST depende da compreensão de como os riscos, os acidentes, os incidentes e doenças ocupacionais se relacionam com aspectos chave, tipicamente presentes na prática diária da gestão nas empresas. Embora essa relação possa impactar no desempenho de qualquer organização, trabalhos que investiguem tais relações ainda são incipientes. Um caminho possível seria a investigação de como aspectos chave, sobretudo práticas de gestão da SST poderiam se relacionar com o desempenho sustentável de negócios e, por conseguinte, na performance organizacional. É possível identificar trabalhos que busquem compreender as relações entre estes aspectos poderiam trazer forte contributo (FERNÁNDEZ-MUÑIZ et al., 2007; VIEIRA etal., 2014). Investigações como foco na relação entre aspectos chave de gestão, além daquelas diretamente presentes na gestão da SST, podem ser encontrados na literatura científica (DORION et al., 2014; SEVERO et al., 2015; SEVERO; GUIMARÃES; ROTTA, 2016). Contudo, a investigação de como se dão as relações entre práticas cotidianas da gestão da SST e na avaliação da performance organizacional ainda se constitui um campo deserto, sobretudo no contexto da realidade brasileira.

Objetivo Geral

O presente projeto tem como objetivo mensurar e avaliar a relação entre aspectos chave tipicamente identificados na gestão da Segurança e Saúde no Trabalho (SST) e a vantagem competitiva sustentável, tendo em conta estes como antecedentes de performance organizacional, e considerando empresas da indústria de transformação, comércio e serviço. Com vistas a alcançar este objetivo principal, deve-se cumprir alguns objetivos específicos, sendo eles:
a. Investigar e identificar na literatura científica quais são os modelos de gestão da Segurança e Saúde no Trabalho (SST) mais disseminados;
b. Estabelecer um conjunto de aspectos chave tipicamente presentes dentre os modelos de gestão da Segurança e Saúde no Trabalho mais frequentemente abordados na literatura científica;
c. Identificar quais os principais aspectos chave tipicamente considerados como elementos de vantagem competitiva sustentável e que funcionem como antecedentes à performance organizacional
d. Avaliar em que nível os aspectos chave tipicamente identificados na gestão da SST podem estar relacionados com a performance organizacional em empresas de indústria de transformação, comércio e serviço.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
GABRIELA YOHANA SMANIOTTO1201/08/201731/07/2018
JULIO CESAR FERRO DE GUIMARAES201/08/201731/07/2018

Página gerada em 27/01/2021 04:23:33 (consulta levou 0.175409s)