Nome do Projeto
Efeitos fisiológicos e psicossociais de diferentes tipos de exercícios físicos em adultos com deficiência visual
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
26/06/2017 - 28/12/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Educação Física
Resumo
A inatividade física é um problema de saúde pública devido ao grande número de indivíduos acometidos por este comportamento e seus efeitos deletérios sobre a saúde. Entre os deficientes, um número ainda maior de indivíduos inativos é observado. Alguns estudos têm descrito o nível de atividade física entre deficientes visuais, mas poucos propuseram uma intervenção de modo a buscar identificar modos de exercícios que sejam socialmente aceitos pelos deficientes visuais. O presente projeto tem como objetivo verificar os efeitos fisiológicos e psicossociais de dois modelos de exercícios físicos para um grupo de deficientes visuais. Um dos modelos de exercícios será baseado principalmente em exercícios ginásticos e o outro em exercícios esportivos. A intervenção terá frequência de duas aulas semanais e várias semanas, a fim de obter adaptações crônicas com os exercícios.

Objetivo Geral

2.1 Objetivo Geral
Comparar os efeitos de dois protocolos de exercícios sobre a aptidão física relacionada a saúde, nível de atividade física e aspectos psicossociais de adultos com deficiência visual.

2.2 Objetivos Específicos
• Descrever os efeitos fisiológicos e psicossociais de um programa de treinamento físico com ênfase em exercícios ginásticos em adultos com deficiência visual.
• Descrever os efeitos fisiológicos e psicossociais de um programa de treinamento físico com ênfase em exercícios esportivos em adultos com deficiência visual.
• Descrever a amostra em relação a características sociodemográficas, variáveis relativas à deficiência visual, saúde, qualidade de vida e atividade física.
• Mensurar a aptidão física relacionada a saúde: força, resistência muscular localizada, flexibilidade e capacidade aeróbia;
• Caracterizar a motivação em realizar as atividades físicas propostas e autopercepção da saúde para cada um dos grupos de intervenção;
• .Comparar, entre os dois grupos, o efeito da intervenção sobre aptidão física relacionada a saúde, nível de atividade física, motivação para prática de atividades físicas, autopercepção de saúde e qualidade de vida.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEXANDRE CARRICONDE MARQUES126/06/201728/12/2018
RAFAEL BARBOSA PORCELLIS DA SILVA426/06/201728/12/2018

Página gerada em 17/11/2019 05:32:31 (consulta levou 0.070878s)