Nome do Projeto
Revalorização de resíduos poliméricos através da produção de blendas contendo materiais biodegradáveis
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
26/05/2017 - 31/12/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Polímeros, Aplicações
Resumo
Atualmente, o crescimento elevado do consumo e o descarte inadequado de materiais poliméricos têm agravado problemas relacionados aos resíduos sólidos urbanos (RSUs). O ideal seria que 100% de todos os materiais poliméricos utilizados no Brasil e no mundo fossem reciclados, ajudando no desenvolvimento sustentável. Porém, o cenário real é bem diferente por esbarrar em inúmeras dificuldades, o que gera graves problemas ambientais, de saúde pública, governamentais e econômicos. Dentre os materiais poliméricos pós-consumo causadores de sérios problemas ambientais e de saúde pública estão os polímeros termoplásticos como o polietileno de alta densidade (HDPE) e o polipropileno (PP), materiais vastamente utilizados especialmente em embalagens em geral. Já o poliestireno expandido (EPS), o qual é constituído de cerca de 5% de poliestireno (PS) em sua forma expandida (EPS), mais conhecido pela marca comercial Isopor®, é largamente utilizado como embalagens, principalmente para alimentos e eletrodomésticos em geral. O presente projeto vem de encontro a esse grave problema mundial da disposição final de resíduos sólidos urbanos, através a revalorização de resíduos poliméricos como o HDPE, PP e EPS, buscando uma forma viável de reutilização destes materiais, através da produção de blendas poliméricas polímero termoplástico/amido termoplástico como forma de reciclagem e busca dos melhores parâmetros que acelerem a degradação da fase termoplástica. O projeto divide-se em três partes principais: o estudo dos parâmetros que influenciem a degradação da fase termoplástica/biodegradação da fase amido; estudo da influência da variação das fases da blenda na degradação/biodegradação e da influência da incorporação de cargas de reforço provenientes de fontes renováveis.

Objetivo Geral

A busca de novos materiais tem sido uma constante na história da humanidade. Do mesmo modo, soluções ao problema do descarte de resíduos poliméricos, causadores de graves e preocupantes problemas ambientais e de saúde pública, têm sido almejadas há muitos anos. Nesse contexto, o projeto de pesquisa em questão visa contribuir para o avanço e desenvolvimento na área de Ciência e Tecnologia e Engenharia de Materiais, bem como ao avanço da Pesquisa e Desenvolvimento da Química Ambiental e Ecologia, abordando aspectos de fundamental importância nos dias de hoje, o reaproveitamento de resíduos poliméricos e a sustentabilidade.
Então, almeja-se a obtenção de blendas poliméricas polímero termoplástico/amido termoplástico como forma de reciclagem, e que o material resultante apresente propriedades úteis que justifiquem seu uso e processo produtivo, além de bons níveis de biodegradabilidade da fase biodegradável/degradabilidade da fase termoplástica.
Dessa forma, para que o objetivo principal seja alcançado, alguns objetivos específicos foram traçados:
(i) Estudo dos parâmetros que influenciem a degradação da fase termoplástica/biodegradação da fase amido.
(ii) Estudo da influência da variação das fases da blenda na degradação/biodegradação.
(iii) Estudo da influência da incorporação de cargas de reforço provenientes de fontes renováveis.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
GABRIELA OLIVEIRA CAMPOS2010/09/201931/12/2019
MATHEUS ALVES RODRIGUES1201/08/201831/01/2019
MATHEUS ALVES RODRIGUES2026/05/201731/07/2018
PEDRO HENRIQUE SANTALIESTRA E SILVA1010/09/201931/12/2019
THIAGO CZERMAINSKI GONÇALVES ALVES1026/05/201731/07/2019
THIAGO CZERMAINSKI GONÇALVES ALVES1201/02/201931/07/2019
THIAGO CZERMAINSKI GONÇALVES ALVES1201/08/201731/07/2018

Página gerada em 20/07/2024 09:24:45 (consulta levou 0.050100s)