Nome do Projeto
Estudo de genômica estrutural e funcional da prolactina equina e seu receptor
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
26/06/2017 - 31/12/2018
Unidade de Origem
Área CNPq
Multidisciplinar - Biotecnologia
Resumo
A prolactina (PRL) é um hormônio polipeptídico secretado pelos lactotrofos da glândula pituitária e envolvida no estímulo à lactação. Em mulheres, é associada a distúrbios gestacionais, imunológicos, reprodutivos e oncológicos, sendo responsável pela galactorreia e infertilidade quando em níveis elevados. A molécula de PRL interage com o receptor de prolactina (PRLR) através de dois locais de ligação, o primeiro envolvendo as hélices 1 e 4, enquanto o segundo engloba as hélices 1 e 3. A interação PRL-PRLR leva à ativação de genes e à ativação da transcrição, estimulando vários processos biológicos. Sua principal função reside no processo de lactação, onde influencia mamogênese, lactogênese, galactopoiese e está presente no próprio leite. Outras funções reprodutivas incluem a regulação da secreção de progesterona, a luteinização e a esteroidogênese das células da granulosa, a receptividade reprodutiva e o comportamento materno, bem como a regulação não reprodutiva, tais como respostas imunes, osmoregulação e angiogênese. Em equinos, a estrutura e a interação proteína-receptor não é totalmente elucidada, mas é proposta uma relação entre modificações genéticas e patologias envolvidas na alteração da via de sinalização. A relevância reprodutiva do PRL e do PRLR demonstrada em humanos e roedores comprova sua participação essencial na fertilidade dos mamíferos. O papel da PRL na fisiologia da reprodução da espécie equina ainda é pouco investigada, embora a criação de cavalos estimule a aplicação de novas técnicas para identificar marcadores de fertilidade, e a otimização de biotécnicas reprodutivas. Com base no exposto, este projeto de pesquisa tem por objetivo realizar estudos de genômica estrutural e funcional da prolactina equina (ePRL) e de seu receptor (ePRLR), compreendendo análises das características estruturais, interações proteicas e aspectos funcionais de possíveis mutações encontradas nestes genes. Nossa pesquisa busca contribuir para novos conhecimentos de fisiologia da reprodução e reprodução assistida na espécie equina. Os resultados obtidos nos permitirão propor as possíveis interações entre ePRL e ePRLR, suas vias de sinalização e sua influência na fisiologia da reprodução e os impactos gerados nos resultados de biotécnicas da reprodução assistida na espécie equina.

Objetivo Geral

O presente projeto de pesquisa tem por objetivo realizar estudos de genômica estrutural, genômica funcional e proteômica da prolactina equina (ePRL) e do receptor da prolactina equina (ePRLR). Compreendendo análises das características estruturais, interações proteicas e aspectos funcionais de possíveis mutações encontradas nos genes ePRL e ePRLR. Nossa pesquisa busca contribuir para novos conhecimentos de fisiologia da reprodução e reprodução assistida na espécie equina. Podendo assim relacionar aspectos reprodutivos e patológicos a polimorfismos genéticos em ePRL e ePRLR.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALESSANDRA NEIS1201/08/201731/07/2018
FREDERICO SCHMITT KREMER226/06/201731/12/2018
LARISSA OLIVEIRA DANELUZ226/06/201731/12/2018
LUCIANO DA SILVA PINTO126/06/201731/12/2018
VINICIUS FARIAS CAMPOS126/06/201731/12/2018

Página gerada em 17/10/2019 23:14:49 (consulta levou 0.091100s)