Nome do Projeto
Doenças periodontais e trajetória de obesidade ao longo da vida: estudo em uma coorte de nascimentos
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
02/08/2017 - 30/12/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia
Resumo
Tem sido investigada a associação entre a obesidade e as doenças periodontais, uma vez que parecem haver fatores biológicos, comportamentais e sociais envolvidos nesta possível relação. Os fatores biológicos parecem estar ligados à elevação de algumas citocinas inflamatórias secretadas pelo tecido adiposo branco e pelos macrófagos nele infiltrados, essenciais ao início e à progressão das doenças periodontais. Em relação aos aspectos psicossociais, acredita-se que indivíduos provenientes da posição socioeconômica mais baixa possuem risco maior ao desenvolvimento de ambas condições, além de apresentarem hábitos de autocuidado mais negligentes, acentuando a possível relação entre as condições. Apenas um estudo na literatura avaliou o efeito de episódios de obesidade ao longo da vida, encontrando apenas associação com cálculo dentário. Entretanto, não há estudos que testem o impacto da obesidade de acordo com as três principais teorias do ciclo vital nas doenças periodontais. Assim, o presente trabalho tem como objetivo estudar a influência da trajetória da obesidade ao longo da vida nas doenças periodontais na vida adulta. De todos os indivíduos nascidos em 1982, uma subamostra de 720 pessoas é pertencente ao Estudo de Saúde Bucal-06, sendo estes, clinicamente examinados aos 31 anos. Em relação à saúde periodontal, serão avaliados a presença de sangramento gengival, de cálculo dental e será mensurada a perda de inserção clínica. Os exames serão realizados nos domicílios dos participantes por cirurgiões-dentistas devidamente calibrados e treinados. Variáveis, demográficas, socioeconômicas, comportamentais e de saúde bucal serão coletadas pela aplicação de questionário padronizado e testado previamente em outros estudos epidemiológicos. As condições de saúde geral, como peso, altura, circunferência abdominal, uso de serviços de saúde e auto avaliação de saúde serão obtidas do levantamento de saúde geral ocorrido no ano de 2012. Para análise da trajetória da obesidade serão utilizados os valores de Índice de Massa Corporal aos 4, aos 15, aos 23 e aos 31 anos de idade, e os valores de Circunferência Abdominal aos 15, aos 23 e aos 31 anos de idade. Para doença periodontal serão adotados dois desfechos principais: presença de sangramento gengival, e perda de inserção clínica de acordo com critério estabelecido tanto pela Academia Americana de Periodontia quanto pelo grupo de Estudo Multidisciplinar de Saúde e Desenvolvimento de Dunedin, Nova Zelândia.

Objetivo Geral

Estudar, aos 31 anos, a relação entre trajetória de obesidade e doença periodontal na coorte de nascidos vivos de Pelotas de 1982. Estimar a prevalência e da doença periodontal em adultos jovens;
Estimar a prevalência de obesidade e sobrepeso em adultos jovens;
Estimar a incidência de obesidade e sobrepeso entre os 24 e os 31 anos;
Investigar a associação entre perda de inserção clínica e sobrepeso, obesidade central e abdominal;
Investigar a associação entre sangramento gengival e sobrepeso, obesidade central e abdominal;
Testar as teorias do ciclo vital na associação entre obesidade e sangramento gengival aos 31 anos;
Testar as teorias do ciclo vital na associação entre obesidade e perda de inserção clínica aos 31 anos;
Conhecer o efeito dos mediadores inflamatórios ligados à associação das doenças periodontais com excesso de peso corporal.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
FERNANDA GONÇALVES DA SILVA1201/08/201831/07/2019
FRANCISCO WILKER MUSTAFA GOMES MUNIZ218/05/201830/12/2019
GUSTAVO GIACOMELLI NASCIMENTO221/05/201401/08/2017
MARCOS BRITTO CORREA121/05/201401/08/2017

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CNPqR$ 59.021,30

Página gerada em 29/07/2021 05:56:54 (consulta levou 0.247689s)