Nome do Projeto
Sonolência diurna excessiva em estudantes de Medicina: prevalência e fatores associados
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/07/2017 - 02/07/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Medicina - Pediatria
Resumo
O sono é um estado fisiológico que ocorre de maneira cíclica e apresenta grande variedade entre os seres vivos do reino animal. Os seres humanos, por sua vez, também apresentam padrões individuais do ciclo sono-vigília. Durante o sono, o indivíduo não apresenta interação produtiva com o ambiente. Dessa forma, a falta de sono pode resultar tanto em prejuízos da memória e da capacidade de julgamento, quanto em redução da capacidade cognitiva e do tempo de reação. Além disso, se a privação for mantida, pode causar alterações de humor e alucinações. Pesquisas que avaliaram a presença de sonolência diurna excessiva e má qualidade do sono evidenciaram que essas condições possuem maior prevalência em estudantes universitários do que na população em geral. Especificamente estre os estudantes do curso de Medicina, a carga horária em período integral, a presença de atividades extracurriculares, a exigência de longas jornadas de estudo, a pressão, o estresse, a busca por um alto rendimento acadêmico, entre outros fatores, também podem estar relacionados com a alteração da qualidade do sono. Sendo assim, o presente estudo tem como objetivo avaliar a prevalência de sonolência diurna excessiva, qualidade do sono e fatores associados em estudantes de medicina da Universidade Federal de Pelotas. Promover educação sobre a importância e a manutenção de hábitos de sono saudáveis, sinalizar a necessidade de mudanças curriculares que possibilitem um sono adequado ao pleno desenvolvimento cognitivo e comportamental dos acadêmicos, são os intuitos deste estudo.

Objetivo Geral

OBJETIVO GERAL:Determinar a prevalência de Sonolência Diurna Excessiva (SDE) em estudantes de Medicina da Universidade Federal de Pelotas.
objetivos específicos:
1. Verificar a associação entre SDE e uso de drogas;
2. Verificar associação entre SDE e comorbidades e distúrbios do sono;
3. Avaliar a qualidade de vida da população em estudo.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANGELA DI GIANNI301/07/201702/07/2018
MARTINA VITÓRIA FLACH DIETRICH301/07/201702/07/2018
RAFAEL AUGUSTO FRIZZO301/07/201702/07/2018

Página gerada em 05/12/2022 02:37:47 (consulta levou 0.044747s)