Nome do Projeto
Memórias da Colônia de Pescadores Z3: os salões de baile
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
25/09/2017 - 15/12/2017
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas - Turismo
Resumo
Este projeto tem por finalidade a realização de uma investigação sobre a memória social dos salões de bailes da Colônia de Pescadores Z3, localizada as margens da Lagoa dos Patos, Rio Grande do Sul, Brasil. Referências culturais e de lazer de grande significado para uma comunidade de pescadores profissionais artesanais, os salões de bailes representavam uma ruptura com o cotidiano do trabalho na cadeia produtiva da pesca e um momento de descontração e integração da comunidade através da sociabilidade oportunizada pelas danças e pela música. Estimular e publicar as memórias dos bailes a partir da rememoração das pessoas da comunidade tende a estimular um sentimento de pertencimento e interpretação crítica da própria realidade histórica, gerando autoestima e reconhecimento cultural. O referido projeto de pesquisa integra o projeto Ecomuseu da Colônia Z3 desenvolvido pelo professor Michel Constantino Figueira no ano de 2003, enquanto acadêmico do Curso de Bacharelado em Turismo da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), com apoio da comunidade de pescadores profissionais artesanais Colônia de Pescadores Z3.

Objetivo Geral

Identificar os principais salões de baile em atividade ou já desativados na Colônia Z3, a partir de escalas temporais e localização na comunidade;
• Descrever o perfil dos salões de baile antigos e atuais, incluindo características de estrutura, organização, distribuição de datas e horários, formas de sociabilidade e rituais de preparação e deslocamento de moradores para os eventos;
• Inventariar acontecimentos e fatos nos salões, marcantes para a memória social local;
• Identificar os períodos históricos de maior atividade de salões de baile;
• Identificar os principais atores (organizadores, diretores, organizações, discotecas, proprietários) responsáveis pela realização dos bailes nos salões;
• Identificar os bailes realizados em datas cívicas, religiosas e outras eventualidades, incluindo as suas principais características;
• Estimular a memória social local a partir da visão dos moradores mais antigos em torno dos bailes realizados no passado da comunidade;
• Realizar uma exposição temporária (ou permanente) de materiais e imagens que façam alusão à memória social dos bailes locais (instrumentos e equipamentos de som, fotografias, quadros, cartazes, entre outros objetos);
• Incentivo à publicações científicas com base nos resultados do referido projeto.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
FERNANDA RIBEIRO LOPES625/09/201715/12/2017
LUZIARA SOUZA DA SILVA625/09/201715/12/2017

Página gerada em 23/01/2021 20:57:18 (consulta levou 0.085278s)