Nome do Projeto
Efeito analgésico da anestesia local tumescente em comparação com a anestesia epidural associada ao bloqueio intercostal em cadelas submetidas à mastectomia
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
08/09/2017 - 28/02/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Anestesiologia Animal
Resumo
Tumores mamários são as neoplasias mais comuns em cadelas, sendo que o tratamento recomendado nestes casos é a ressecção cirúrgica. A mastectomia é considerada uma cirurgia complexa, pois requer uma extensa ressecção tecidual, para garantir uma margem de segurança e evitar recidivas, cursando com dor de intensidade moderada a grave. Sobre essa perspectiva, mastectomias requerem técnicas de analgesia e anestesia adequadas. A administração de opióides em pacientes oncológicos apresenta efeitos negativos, como a imunossupressão, estimulação do crescimento de células cancerígenas, inibição da ação de células natural killers e aumento do risco de metástases. A redução no uso de fármacos analgésicos opióides no transoperatório de pacientes oncológicos se torna um ponto benéfico importante quando se opta pela utilização de técnicas de anestesia local. Neste sentido. o presente projeto tem por objetivo avaliar o efeito analgésico da anestesia local tumescente e da anestesia epidural associada ao bloqueio intercostal durante o período trans e pós operatório de cadelas submetidas à mastectomia radical unilateral. Serão utilizadas 16 cadelas portadoras de neoplasmas mamários que serão submetidas à mastectomia radical unilateral, sem restrições quanto à raça e à idade. Após submetidos à anestesia geral, os animais serão divididos em dois grupos, cada um contendo 8 animais. No primeiro grupo (GALT), será realizada a anestesia local tumescente (ALT) e no segundo grupo (GEBI) será realizada a anestesia epidural associada ao bloqueio intercostal . Para realização da avaliação de dor transoperatória, serão avaliados os seguintes parâmetros: frequência cardíaca, frequência respiratória, temperatura, eletrocardiograma e pressão arterial. Este parametro será avaliado em 5 diferentes momentos: incisão de pele, divulsão de mamas iguinais, divulsão de mamas torácicas, pinçamento da artéria epigástrica superficial caudal, miorrafia, redução do espaço subcutâneo e dermorrafia. A dor pos operatória será avaliada através da escala de dor de Glasgow modificada por um periodo de 6 horas após o termino da cirurgia. Espera-se através dos dados obtidos demosntrar a importância da utilização da analgesia locoregional como medida adjuvante no tratamento de dor trans e pós operatória em cirurgias envolvendo ressecções teciduais extensas, reduzindo a utilização de opióides que apresentam impacto negativo em pacientes oncológicos.

Objetivo Geral

Objetivo Geral:
Avaliar o efeito analgésico da anestesia local tumescente e da anestesia epidural associada ao bloqueio intercostal durante o período trans e pós operatório de cadelas submetidas à mastectomia radical unilateral.

Objetivos Específicos:
1. Avaliar a quantidade e a frequência da utilização de analgésicos no período trans e pós operatório em ambas as técnicas de anestesia local.
2. Avaliar o nível de dor pós operatória de cadelas submetidas à mastectomia com a ALT ou epidural associada ao bloqueio intercostal, através da escala de Glasgow modificada.
3. Mostrar através de dados obtidos, a importância da avaliação de dor adequada no pós operatório de cadelas submetidas à mastectomia.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BEATRIZ PERSICI MARONEZE1008/09/201728/02/2018
BÁRBARA MACHADO NASPOLINI1008/09/201728/02/2018
GUILHERME CUNHA MOLLER1008/09/201728/02/2018
GUSTAVO ANTÔNIO BOFF1008/09/201728/02/2018
HELOISA DO AMARAL BOANOVA1008/09/201728/02/2018
MARIANA CARDOSO SANCHES2008/09/201728/02/2018
MARTIELO IVAN GEHRCKE208/09/201728/02/2018

Página gerada em 27/11/2020 03:36:24 (consulta levou 0.183341s)