Nome do Projeto
A relação grafo-fônico-fonológica na produção oral e no processamento de priming em multilíngues: uma abordagem dinâmica - Fase II
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/10/2017 - 01/10/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes - Linguística - Psicolinguística
Resumo
Este projeto tem por objetivo investigar a relação grafo-fônico-fonológica no processamento de priming em multilíngues. A partir desta proposta, busca-se dar sequência a um projeto desenvolvido anteriormente, em que a relação grafo-fônico-fonológica foi investigada, no contexto do multilinguismo. O referencial teórico adotado é o da teoria dos Sistemas Dinâmicos (VAN GELDER; PORT, 1995, ALBANO, 2012), que sustenta que o conhecimento linguístico faz parte de um sistema interativo que é suscetível a mudanças através do tempo. A visão dinâmica de aquisição da linguagem está alinhada com a perspectiva de que o acesso entre as línguas deve ser não-seletivo, o que significa dizer que as línguas do bilíngue ou multilíngue são ativadas ao mesmo tempo, não havendo separação entre os padrões das diferentes línguas. Essa visão é respaldada por diversos pesquisadores, que trazem dados de experimentos que testam principalmente o acesso ao léxico em bilíngues por meio de palavras consideradas cognatas entre diferentes línguas (VAN HELL; DIJKSTRA, 2002; DUYCK, 2005; DUYCK et al., 2007). Porém, é preciso lembrar que existem outros tipos de palavras que devem ser testadas, para que se possa descobrir como multilíngues processam itens lexicais que não compartilham congruências grafo-fônico-fonológicas e semânticas entre diferentes línguas. Além disso, é preciso esclarecer que a hipótese de acesso não-seletivo pouco foi direcionada para a análise da produção oral (BLANK, 2013). Por isso, a pesquisa ora proposta é justificada, pois se pode partir de uma abordagem dinâmica e não-seletiva para investigar como a ativação de diferentes padrões grafo-fônico-fonológicos é processada tanto durante a produção da leitura oral de palavras quanto pela leitura interna, através do acesso ao léxico, em multilíngues. Os resultados obtidos na primeira e segunda fase deste projeto apontam que a produção oral de vogais é mutuamente influenciada em função da proficiência linguística e das características grafo-fônico-fonológicas das línguas faladas pelos multilíngues. Além disso, os resultados também apontam para o fato de a proficiência linguística e as características grafo-fônico-fonológicas das línguas faladas pelos multilíngues influenciarem o tempo de acesso ao léxico. Espera-se, assim, que a implementação de uma terceira fase na pesquisa sirva para aprofundar os resultados obtidos até o momento, mais especificamente no que diz respeito ao acesso lexical em multilíngues.

Objetivo Geral

1) Investigar se a proficiência linguística e as relações grafo-fônico-fonológicas entre as línguas faladas por multilíngues influenciam o tempo de reação durante o acesso lexical.
2) Investigar se o acesso às línguas em multilíngues é não seletivo, o que será observado se o tempo de reação para realizar escolhas lexicais envolvendo palavras com relação grafo-fônico-fonológica for significativamente maior do que o tempo de reação para escolher entre palavras sem esse tipo de relação grafêmica.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALINE BEHLING DUARTE401/10/201701/10/2018
JEFFERSON FONSÊCA DE SOUZA401/10/201701/10/2018
JESSÉ CARVALHO LEBKUCHEN401/10/201701/10/2018
PRISCILA COSTA MACHADO401/10/201701/10/2018
VÍVIAN PEREIRA FIALHO401/10/201701/10/2018

Página gerada em 30/06/2022 13:25:32 (consulta levou 0.042715s)