Nome do Projeto
Consumo de drogas lícitas (álcool e fumo) e ilícitas (recreativas) entre ingressantes da Universidade Federal de Pelotas
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
27/10/2017 - 28/02/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva
Resumo
O ingresso na universidade, ainda que traga sentimentos positivos e de alcance de uma meta programada pelos estudantes do ensino médio, por vezes, pode tornar-se um período crítico, de maior vulnerabilidade para o início e a manutenção do uso de álcool e outras drogas79 . Além disso, o uso cada vez mais precoce dessas substâncias entre os jovens está associado a um maior risco de dependência80, 81 e a uma série de desfechos negativos para a saúde82 . Na América Latina, principalmente no Brasil78 , jovens com idade de 18 a 24 anos, estudantes universitários, especialmente, relataram alta prevalência de uso de droga legal e ilegal na vida e no passado recente em comparação com indivíduos de outras faixas etárias. Essas diferenças estão-se tornando ainda mais altas para drogas ilegais do que para álcool e tabaco83, 84. Como demonstrado, o aumento preocupante do consumo de diferentes tipos de substâncias psicoativas na população jovem está relacionado com aumento de problemas de saúde. Este estudo tem como foco os ingressantes da UFPel, a fim de avaliar a prevalência de consumo de álcool, tabaco e drogas ilícitas, bem como seus fatores associados. Pretende-se que os resultados possam contribuir para aumentar o conhecimento sobre o consumo de substâncias e o comportamento aditivo, além de alertar para futuras intervenções no combate ao tabagismo, ao uso de álcool e drogas ilícitas, sobretudo nas populações universitárias. Além disso, o estudo é um censo, diferentemente da maioria dos estudos realizados sobre o tema. A cidade onde será realizado o estudo é uma cidade universitária que reúne estudantes de diferentes partes do Brasil e de outros países. Além disso, a universidade que será alvo da pesquisa apresenta política de quotas para admissão de estudantes negros e indígenas, por exemplo, o que deve aumentar a diversidade étnica e cultural da população a ser pesquisada.

Objetivo Geral

Objetivo geral

Estimar a prevalência de consumo de álcool, tabaco e drogas ilícitas e
os fatores associados a este consumo em estudantes maiores de 18 anos,
ingressantes no primeiro semestre do ano de 2017, em uma universidade
pública na cidade de Pelotas, RS.


Objetivos específicos

- Descrever a prevalência de uso de baixo risco, uso de risco, uso nocivo e
possível dependência de álcool de acordo com o instrumento AUDIT85
.
- Descrever a prevalência de fumante atual, ex-fumante e nunca fumante;
- Descrever a prevalência de consumo na vida e nos últimos 30 dias das
seguintes drogas ilícitas:
- Maconha;
- Cocaína;
- Solventes e inalantes;
- Ecstasy;
- Alucinógenos.
- Determinar os fatores associados ao uso de risco para consumo de álcool
(AUDIT ≥ 8 pontos), tabagismo (sim ou não) e consumo de qualquer droga
ilícita, tal como: sexo, idade, cor da pele, estado civil, religião, renda familiar,
tipo de moradia, depressão, ocorrência de eventos estressores, consumo de
medicamentos psicoativos, área de concentração e turno do curso.
- Identificar a inter-relação entre consumo de álcool, tabaco e drogas ilícitas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
GBENANKPON MATHIAS HOUVESSOU427/10/201728/02/2019
ISABEL OLIVEIRA BIERHALS127/10/201728/02/2019

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 30.000,00

Página gerada em 05/12/2022 00:37:14 (consulta levou 0.039453s)