Nome do Projeto
Prevalência de eventos estressores e fatores associados em universitários de uma instituição pública de Pelotas-RS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
31/10/2017 - 28/02/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva
Resumo
O ingresso na universidade impõe certa integração ao contexto próprio do ensino superior e muitas das mudanças enfrentadas durante este período podem ser sentidas como estressoras (18). Universitários, de forma geral, estão constantemente submetidos ao estresse de provas e cobranças para um bom desempenho nos estudos, as quais podem gerar um estado de ansiedade prejudicial ao seu desempenho acadêmico (3). Destaca-se ainda que universitários mais jovens experimentam mudanças de vida duplamente importantes – especialmente a transição do ensino médio para a universidade e as novas exigências advindas com ela e da entrada na vida adulta (7). Outro ponto relevante é o impacto negativo que os eventos estressores acarretam nos indivíduos (4). As consequências psicológicas e emocionais destes eventos na vida são variadas, podendo ocorrer desde uma diminuição na capacidade de adquirir novas informações, dificuldade de concentração, prejuízos na memória e isolamento – afetando a aprendizagem (4) – até o surgimento de quadros patológicos mais graves, como estresse, transtorno de ansiedade e depressão (4, 6, 7, 17) Dessa forma, é necessário ampliar e fomentar o estudo sobre eventos estressores acadêmicos e seus impactos em universitários para a compreensão dos comportamentos daqueles que estão experimentando mudanças de vida e desafios ao ingressarem no ensino superior. Conforme evidenciado na revisão de literatura, estudos nacionais sobre o tema são escassos e, portanto, este projeto poderá colaborar para o desenvolvimento de pesquisas e conhecimento nessa área, privilegiando avaliar não só a ocorrência de eventos estressores específicos ocorridos no ambiente universitário, mas o quanto eles afetam a vida dos entrevistados.

Objetivo Geral

Objetivo geral

Avaliar a prevalência de eventos estressores relativos ao ambiente acadêmico e fatores associados em universitários (≥18 anos) de uma instituição de ensino superior pública do município de Pelotas, Rio Grande do Sul (RS), Brasil.


Objetivos específicos


• Estimar a prevalência de eventos estressores relativos ao ambiente acadêmico em estudantes do primeiro semestre da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), referentes aos últimos 12 meses anteriores à entrevista;
• Descrever a ocorrência desses eventos estressores de acordo com variáveis demográficas (sexo, idade, estado civil/situação conjugal, com quem mora e cor da pele), socioeconômicas, área e turno do curso.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA PAULA GOMES DOS SANTOS131/10/201728/02/2019
FABIANE NEITZKE HOFS431/10/201728/02/2019

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 30.000,00

Página gerada em 27/05/2022 23:22:00 (consulta levou 0.120642s)