Nome do Projeto
'Identificação e epidemiologia molecular de Sporothrix spp. isolados em região endêmica do estado do Rio Grande do Sul
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
07/11/2017 - 30/12/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Resumo
Esporotricose é uma micose, infecciosa e crônica, causada pela implantação traumática de fungos do complexo Sporothrix schenckii que infectam humanos e animais, principalmente gatos e cães. Atualmente é considerada uma epidemia zoonótica sem precedentes no Brasil. Estudos de caracterização em nível de espécie de isolados dentro do complexo S. schenckii, ainda são escassos, mas de suma importância para auxiliar nas medidas de controle e profilaxia dessa zoonose, permitindo um maior entendimento sobre características intrínsecas ao agente e sua interação com o hospedeiro, além de propiciar que outros estudos possam ser realizados a partir dessa informação essencial, tais como a suscetibilidade das espécies fúngicas, seus fatores de virulência, mecanismos de resistência, entre outros. O objetivo deste estudo é identificar em nível de espécie 252 isolados de Sporothrix spp. quanto suas características genotípicas e determinar a epidemiologia molecular dos casos de esporotricose no Rio Grande do Sul, uma das regiões mais afetada pela doença no país. Para tanto, serão utilizados isolados de Sporothrix spp. oriundos de amostras de gatos (n=180), cães (n=40) e humanos (n=32) estocados na micoteca do Centro de Diagnóstico e Pesquisa em Micologia Veterinária da UFPel. O método compreenderá a realização de técnicas de caracterização genotipíca dos isolados, que serão realizados no Centro de Diagnóstico e Pesquisa em Micologia Veterinária - MICVET/FAVET/UFPel e no Laboratório de Imunologia Aplicada do Centro de Desenvolvimento Tecnológico/Biotecnologia da UFPel. Os resultados deste estudo permitirão ampliar o conhecimento sobre os aspectos epidemiológicos, clínicos, terapêuticos, laboratoriais da esporotricose e sobre as características biológicas do agente. Atualmente, o sudeste do estado do Rio Grande do Sul por ser uma região endêmica para a esporotricose felina possui o cenário epidemiológico ideal para realização do presente projeto; que é um estudo inédito, necessário, amplo, integrado, de execução a curto/médio prazo e envolve pesquisadores, colaboradores e alunos de iniciação científica e pós-graduação da Universidade Federal de Pelotas que trabalham direta e rotineiramente com o assunto tratado.

Objetivo Geral

5.1 Objetivos gerais
Contribuir para o a compreensão do complexo S. schenckii e da esporotricose que ocorre na região sul do Rio Grande do Sul buscando identificar 252 isolados de Sporothrix spp. quanto suas características genotípicas levando em consideração a nova taxonomia proposta por Marimon et al. (2007, 2008).
5.2 Objetivos específicos
 Reclassificar em nível de espécie, conforme os padrões moleculares apresentados,
através do sequenciamento genético, os 252 isolados de nossa micoteca atualmente
caracterizados apenas como gênero Sporothrix;
 Determinar a prevalência das espécies de Sporothrix nos casos de esporotricose ocorridos no Rio Grande do Sul.
 Determinar a distribuição das espécies conforme sua região de origem;
 Descrever a distribuição das novas espécies filogenéticas do complexo S. schenckii na região sul do Rio Grande do Sul;
 Determinar a associação entre espécies de Sporothrix isoladas de animais e humanos.
 Caracterizar a epidemia de esporotricose na região sul do Rio Grande do Sul.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA CAROLINA DE ASSIS SCARIOT407/11/201730/12/2019
ANA LUCIA PEREIRA SCHILD107/11/201730/12/2019
CARLA BEATRIZ ROCHA DA SILVA307/11/201730/12/2019
DANIELA ISABEL BRAYER PEREIRA107/11/201730/12/2019
ELIELSON NUNES PEREIRA107/11/201730/12/2019
ELIZA SIMONE VIEGAS SALLIS107/11/201730/12/2019
FABIO RAPHAEL PASCOTI BRUHN107/11/201730/12/2019
FABRICIO ROCHEDO CONCEICAO107/11/201730/12/2019
FERNANDA SILVA CARNEIRO307/11/201730/12/2019
LUIZA DA GAMA OSORIO1207/11/201730/12/2019
MARLETE BRUM CLEFF107/11/201730/12/2019
MÁRCIA KUTSCHER RIPOLL207/11/201730/12/2019
MÁRCOS ROBERTO ALVES FERREIRA407/11/201730/12/2019
OTAVIA DE ALMEIDA MARTINS1007/11/201730/12/2019
PATRICIA DA SILVA NASCENTE107/11/201730/12/2019
RENATA OSORIO DE FARIA107/11/201730/12/2019
STEFANIE BRESSAN WALLER1007/11/201730/12/2019
TÁBATA PEREIRA DIAS407/11/201730/12/2019
VITTÓRIA BASSI DAS NEVES407/11/201730/12/2019

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
FAPERGS (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul)R$ 20.000,00

Página gerada em 19/07/2019 20:06:32 (consulta levou 0.083937s)