Nome do Projeto
Ficção brasileira do século XXI: intertextualidade e interdiscursividade
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
03/03/2018 - 02/03/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Comparada
Resumo
O que se observa, em panorâmica, quando nos detemos no conjunto da produção literária brasileira, produzida e veiculada a partir do começo do século XXI, é que esses textos, se demonstram a fecundidade e a diversidade da produção atual, referendam tendências vinculadas a fórmulas fáceis que buscam atender a um mercado ideal que valoriza o entretenimento e a informação, em desfavor do conhecimento e do valor literário. A indústria cultural exige a padronização, consonante com o estardalhaço do multiculturalismo e da globalização informativa. O que se privilegia é a fragmentação e o incompleto; abandona-se a voz autoral e entroniza-se a pasteurização midiática. Porém, correndo entre os meandros dessa platitude tão extensa quanto suspeita, não haveria, entretanto, textos que, como afluentes consequentes e vivificadores, engrossariam o caudaloso e permanente rio da literatura? Num recorte temporal que, apenas para fins metodológicos, inclui autores que publicaram textos a partir do ano 2000, sejam eles estreantes ou com trajetória autoral já sedimentada, a investigação tem por objetivo específico analisar comparativamente corpus constituído por narrativas de ficção (sejam elas referidas como “romance” ou “conto” ou qualquer outro nome) , buscando identificar linhas que evidenciariam não a superficial natureza dessa literatura, mas, considerando-a como parte (e não consequência) do social, as condições culturais de sua fatura, investindo na identificação de possíveis lócus de enunciação que caracterizariam o discurso desses narradores. O recorte no tempo deve-se, ainda, ao fato de que textos recentes são ainda pouco investigados tanto pela crítica em geral como no âmbito acadêmico, ou seja, ainda sem fortuna crítica sedimentada. Descartando qualquer hipótese propositiva da constituição de um cânone literário nacional e contemporâneo, a pesquisa tem também por objetivo a identificação das linhas intertextuais que permeiam e alimentam o plural – e por vezes divergente – discurso literário deste início de século, sob a luz de novas teorias tanto conformadoras do campo dos estudos literários como advindas de outros campos do saber.

Objetivo Geral

Objetivo geral:
Articular quadro descritivo-analítico da narrativa de ficção produzida e editada no país a partir do ano de 2000, buscando superar o estabelecimento de semelhanças e diferenças entre os diversos textos, com o intuito de formular questionamentos que mobilizem, de forma ampla, o literário, privilegiando o caráter intertextual e interdiscursivo dessas textualidades, para melhor compreender o atual estado da literatura brasileira, considerado o recorte “do século XXI”.

Objetivos específicos:
1. Analisar corpus recortado da produção literária brasileira de ficção produzida e publicada a partir do início do século XXI;
2. Articular quadro descritivo-analítico definido do conjunto de textos analisados, tendo como parâmetro o corpus determinado para a pesquisa;
3. Identificar a qualidade dos textos analisados, privilegiando a fatura intertextual e interdiscursiva que tal produção tenha operado.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDERSON LUIS BRUM DE FREITAS203/03/201802/03/2022
BERNARDO PIRES PETRUCCI SOUTO203/03/201802/03/2022
GABRIEL DIAS MORALES203/03/201802/03/2022
LUA GILL DA CRUZ1201/08/201331/07/2014
LUANA DE CARVALHO KRÜGER203/03/201802/03/2022
MILENA SARAIVA SANT ANA203/03/201802/03/2022
RAFAEL DIAS FERREIRA302/03/201602/03/2018
TIAGO RADATZ KICKHÖFEL203/03/201802/03/2022
TIAGO RADATZ KICKHÖFEL602/03/201602/03/2018

Página gerada em 20/11/2019 03:04:30 (consulta levou 0.164911s)