Nome do Projeto
RECIDIVA APÓS AVANÇO DE MAXILA EM PACIENTES FISSURADOS TRATADOS POR MEIO DE OSTEOTOMIA LE FORT I: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/02/2018 - 31/10/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia - Cirurgia Buco-Maxilo-Facial
Resumo
A fissura lábio palatina afeta aproximadamente 1 a cada 700 nascidos vivos e está entre as anormalidades congênitas mais comuns. A hipoplasia maxilar ocorre comumente nesses pacientes e se apresenta em diferentes graus de severidade. Esse tipo de deformidade vem sendo corrigida através da cirurgia ortognática com o avanço maxilar, porém é uma cirurgia desafiadora nesses pacientes devido a predisposição a uma maior instabilidade, chance de recidiva além de complicações isquêmicas. Assim, o objetivo deste trabalho é realizar uma revisão sistemática da literatura sobre a recidiva da maxila após o avanço maxilar por meio de osteotomia Le Fort I, em pacientes fissurados.. Será realizada uma pesquisa bibliográfica inicial nas bases de dados PubMed, Cochrane e Scopus utilizando uma linha de busca a partir das palavras-chave “cleft”, “maxillary osteotomy”, “maxillary advancement”, “Le Fort”, “relapse”, “stability”, “predictability” e “stable”, onde os títulos e resumos serão analisados por dois avaliadores. Após uma verificação de consenso, os avaliadores definirão os estudos selecionados, que por sua vez, terão seus textos completos lidos pelos mesmos, separadamente. Após nova verificação, serão definidos os estudos excluídos e os incluídos. A coleta de dados será feita, seguida da sua tabulação, análise, interpretação e relatório final.

Objetivo Geral

O objetivo deste trabalho é realizar uma revisão sistemática da literatura sobre a recidiva da maxila após o avanço maxilar por meio de osteotomia Le Fort I, em pacientes fissurados.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BIBIANA DALSASSO VELASQUES201/02/201831/10/2018
JOÃO ROIG MARTINS201/02/201831/10/2018

Página gerada em 14/11/2019 12:00:52 (consulta levou 0.101301s)