Nome do Projeto
Aspectos ecofisiológicos de Sagittária montevidensis Cham. & Schltdl em áreas cultivadas com arroz irrigado
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/02/2018 - 31/01/2020
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Agronomia - Matologia
Resumo
A sagitária (Sagittaria montevidensis Cham. & Schlecht.) é considerada uma das principais plantas daninhas que infesta as áreas orizícolas dos estados de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, especialmente onde é utilizado o sistema pré-germinado de cultivo (devido seu melhor estabelecimento ocorrer em ambientes aquáticos, da dificuldade de controle e dos prejuízos causados na produtividade). O principal método de controle ainda é o químico, no entanto, inúmeras vezes o controle da espécie tem sido insatisfatório, devido ao fato desta apresentar resistências aos herbicidas do grupo dos inibidores da ALS e FSII. Nesse contexto, a identificação de alternativas de controle torna-se de fundamental importância para garantir a sustentabilidade dos programas de manejo de plantas daninhas, racionalizando o uso de herbicidas. Sendo assim, esse trabalho tem como objetivos: 1) Efetuar revisão de literatura sobre a planta daninha Sagittaria montevidensis a fim de elucidar características biológicas e morfológicas da planta disponíveis na literatura; 2) Avaliação de germinação, profundidade de emergência e viabilidade no tempo de sementes de Sagittaria montevidensis, para que se traga mais dados sobre a ecofisiologia da planta daninha a comunidade científica; 3) Efeito de temperatura e soma térmica de subperíodo de desenvolvimento sobre o crescimento e desenvolvimento de Sagittaria montevidensis, afim de determinar sua temperatura base para desenvolvimento e incremento de biomassa; 4) Avaliar a habilidade competitiva de Sagittaria montevidensis em convivência com a cultura do arroz irrigado (Oryza sativa), afim de estimar qual das duas tem maior vantagem em condição competitiva, bem como perdas nos valores de produtividade da cultura.

Objetivo Geral

Avaliar aspectos ecofiosiológicos, biológicos e morfológicos de Sagittaria montevidensis a partir de diferentes temperaturas e fotoperíodos para seu desenvolvimento, analisando assim os parâmetros de germinação, emergência e desenvolvimento desta, bem como a produtividade da cultura do arroz irrigado em competição com a daninha, visando à contribuição em estudos de ecofisiologia da planta daninha.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDRESSA PITOL2001/02/201831/01/2020
FRANCISCO DE ASSIS PUJOL GOULART101/02/201831/01/2020

Página gerada em 22/09/2019 21:59:24 (consulta levou 0.095328s)