Nome do Projeto
EFEITOS DA QUERCETINA EM UM MODELO ANIMAL DE AUTISMO INDUZIDO POR ÁCIDO VALPRÓICO
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
04/06/2018 - 04/06/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Bioquímica
Resumo
O autismo é uma desordem complexa do sistema nervoso central sendo caracterizado pelo comprometimento de diversos domínios comportamentais. Estudos têm demonstrado que o estresse oxidativo e disfunções em sistemas de neurotrasmissores estão envolvidos na patogênese do autismo. Assim, moléculas que possuem potencial antioxidante e neuroprotetor como a quercetina podem ter ações terapêuticas promissoras contra os sintomas induzidos por esta patologia. Neste contexto, o objetivo do presente trabalho será avaliar o efeito preventivo da quercetina no desenvolvimento, parâmetros comportamentais e no satus redox e atividade da enzima acetilcolinesterase (AChE) em cérebro de ratos submetidos ao modelo pré-natal de autismo induzido por ácido valpróico (VPA). Serão utilizadas ratas wistar prenhas que serão divididas em quatro grupos: I - controle, II - quercetina, III - VPA e IV - VPA + quercetina. A quercetina (50 mg/kg) será administrada por via oral do 6° ao 18° dia de gestação nos animais dos grupos II e IV enquanto que o VPA (800 mg/kg) será administrado no 12º dia gestacional nas ratas dos grupos III e IV. Após o término do tratamento, será esperado o nascimento dos filhotes e o peso dos mesmos será avaliado semanalmente. Quando os animais tiverem 30 dias de idade serão realizados testes comportamentais para avaliar comportamento locomotor, interação social e limiar nociceptivo. Após este testes os animais serão submetidos à eutanásia e estruturas cerebrais (córtex cerebral, hipocampo, estriado e cerebelo) serão retiradas para a avaliação da atividade da AChE e parâmetros de estresse oxidativo. Espera-se que a quercetina seja capaz de prevenir danos comportamentais e neuroquímicos induzidos por um modelo experimental de autismo.

Objetivo Geral

Nas proles de ratas que foram tratadas com VPA e/ou quercetina serão avaliados os seguintes parâmetros:
- Ganho de peso dos filhotes;
- Comportamento locomotor e exploratório através do teste do campo aberto;
- Parâmetros de interação social;
- Limiar nociceptivo através do teste de retirada da cauda (“tail flick”);
- Parâmetros de estresse oxidativo e a atividade da enzima acetilcolinesterase em córtex cerebral, hipocampo e estriado e cerebelo.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANITA AVILA DE SOUZA504/06/201804/06/2020
BRUNA DA SILVEIRA DE MATTOS2004/06/201804/06/2020
FERNANDA CARDOSO TEIXEIRA204/06/201804/06/2020
FRANCIELI MORO STEFANELLO104/06/201804/06/2020
GIOVANA DUZZO GAMARO104/06/201804/06/2020
LUIZA SPOHR204/06/201804/06/2020
MAYARA SANDRIELLY PEREIRA SOARES304/06/201804/06/2020
NATHALIA STARK PEDRA204/06/201804/06/2020

Página gerada em 22/01/2020 15:32:27 (consulta levou 0.071825s)