Nome do Projeto
Defeitos de Desenvolvimento de Esmalte: prevalência global e associação com o crescimento infantil entre as crianças pertencentes à Coorte de Nascimentos de Pelotas de 2004
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
26/03/2018 - 29/03/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia
Resumo
Este projeto se propõe em estimar a prevalência global do DDE (Artigo 1) e verificar a associação destes defeitos na dentição permanente com o crescimento infantil durante a primeira infância em uma coorte de nascimentos de 2004 na cidade de Pelotas/RS (Artigo 2). O artigo 1 trata de uma revisão sistemática sobre a prevalência global de DDE na dentição decídua e permanente, após a busca eletrônica os artigos serão selecionados seguindo os critérios de seleção, após alguns dados serão extraídos para uma análise qualitativa e, caso possível, uma metanálise para observar o desfecho em cada tipo de dentição será conduzida. O artigo 2 terá como desfecho o DDE na dentição permanente, e a exposição de interesse será o crescimento condicional em 3 períodos: dos 0 aos 12 meses, dos 12 aos 24 meses e dos 24 aos 48 meses de vida; obtidos através dos dados antropométricos de uma subamostra da Coorte de Nascimentos de 2004 da cidade de Pelotas-RS. O crescimento condicional é estimado por uma equação de regressão do escore Z atual em relação às medidas anteriores. Como variáveis de ajuste, serão utilizados dados do pré-natal, perinatal e pós-natal que estão relacionados com o desfecho e com a exposição de interesse. A associação entre DDE e seus tipos (hipoplasia, opacidades demarcadas e opacidades difusas) com as variáveis independentes será realizada através dos testes Qui-quadradro ou Exato de Fisher. A análise multivariável será realizada através de regressão de Poisson com variância robusta, levando em consideração um modelo hierárquico.

Objetivo Geral

Objetivo Geral
Estimar a prevalência global do DDE e verificar a associação destes defeitos na dentição permanente com o crescimento infantil durante a primeira infância em uma coorte de nascimentos na cidade de Pelotas/RS.
Objetivos Específicos
1) Revisar sistematicamente a literatura sobre a prevalência de DDE na dentição decídua e permanente no mundo, bem como compreender os fatores envolvidos na heterogeneidade dos estudos.
2) Verificar a associação do DDE na dentição permanente com o crescimento infantil no período entre 0 e 12 meses, 12 e 24 meses e 24 e 48 meses de idade.
3) Estimar a prevalência de DDE na dentição permanente, além da distribuição quanto ao tipo de defeito em uma coorte de nascimentos na cidade de Pelotas/RS.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
FILIPPE VAREIRA DE LIMA126/03/201829/03/2021
FLAVIO FERNANDO DEMARCO126/03/201829/03/2021
FRANCINE DOS SANTOS COSTA326/03/201829/03/2021
IVAM FREIRE DA SILVA JÚNIOR626/03/201829/03/2021

Página gerada em 03/07/2022 05:18:42 (consulta levou 0.044698s)