Nome do Projeto
Influência do número de usos e ciclos de esterilização na capacidade de corte e na ocorrência de fraturas de instrumentos reciprocantes
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
16/04/2018 - 27/12/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia - Endodontia
Resumo
Com a popularização dos instrumentos reciprocantes para o preparo dos canais radiculares no tratamento endodôntico, estes sistemas se tornaram temas frequentes de discussão entre clínicos e pesquisadores. Neste estudo serão testadas as limas dos sistemas reciprocantes Reciproc Blue® (n=10) e WaveOne Gold® (n=10), fabricados com ligas de NiTi Blue Wire e Gold Wire, respectivamente, submetidas a tratamento térmico patenteado, que visa promover maior flexibilidade e resistência aos instrumentos. Serão analisadas a resistência, a capacidade de corte, o tempo de preparo e a influência do ciclo de esterilização sobre essas variáveis. Para tanto serão utilizados duzentos blocos de resina acrílica (n=20/grupo), com simulação de canal radiular curvo. Cada bloco foi preparado uma única vez, por limas reutilizadas por dez vezes ou até a ocorrência de fratura do instrumento. A instrumentação do canal será coadjuvada por irrigação/aspiração de hipoclorito de sódio. Imagens dos blocos de resina, antes e depois do preparo, serão realizadas por meio de uma máquina fotográfica digital, com configuração padronizada para a aquisição das imagens. Esse mesmo equipamento será utilizado para aquisição das imagens dos instrumentos previamente a cada uso. O tempo de preparo será computado com um cronômetro digital. As imagens das áreas dos canais simulados, antes e após o preparo, serão analisadas no software Adobe Photoshop®, para cálculo da diferença entre essas, servindo como parâmetro para avaliação da capacidade de corte das limas. Do mesmo modo, as imagens das limas serão analisadas para avaliação da sua integridade.

Objetivo Geral

Tendo em vista o exposto, este trabalho tem por objetivo avaliar a influência do número de usos e dos ciclos de esterilização na resistência à fratura e deformação, tempo de trabalho e na capacidade de corte de instrumentos reciprocantes WaveOne Gold® e Reciproc Blue®. A hipótese nula a ser testada é que os diferentes sistemas não apresentarão diferenças na sua resistência, capacidade de corte, e no tempo dispendido para preparo do canal, independente do número de usos, e dos ciclos de esterilização.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
LUCIANE GEANINI PENA DOS SANTOS123/04/201827/12/2019
LUCIÉLI ANDRÉIA ZAJKOWSKI1201/08/201831/07/2019
RAFAELLA COI DE ARAUJO116/04/201827/12/2019
SAMANTHA RODRIGUES XAVIER116/04/201827/12/2019

Página gerada em 20/10/2019 14:56:42 (consulta levou 0.082384s)