Nome do Projeto
Investigando o conhecimento sociológico-ambiental que se produz: um inquérito sobre fundamentos, teoria, empiria e regionalidades da Sociologia Ambiental Brasileira
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/05/2018 - 01/05/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Resumo
A sociologia ambiental tem uma marca de nascença, também no Brasil, que obriga a um “retorno” ao diálogo com as ciências naturais, em geral, e com diferentes áreas ou disciplinas – até mesmo subdisciplinas – específicas, tais como a geografia, a demografia, a biologia, a ecologia, a agronomia, a economia e outras. Isto torna o campo muito diversificado, quer seja em seus aspectos teórico-epistemológicos, quer seja em seus objetos empíricos. Um inquérito realmente em profundidade – não obstantes importantes esforços que tem sido feitos – que atualize o “estado da arte” no âmbito da Sociologia Ambiental brasileira necessita ser atualizado, refeito, dado o avanço e a diversificação que a área vem apresentando. Quais são as pesquisas e os conhecimentos produzidos e sistematizados na disciplina nos últimos quinze anos? Quais são os paradigmas, as dimensões de fundamentação teórico-epistemológica, as orientações metodológicas e de seus objetos empíricos que dão suporte à pesquisa brasileira da Sociologia Ambiental? Quem são os pesquisadores dessa área e que pesquisas estão produzindo, considerando o ingresso de nossos pesquisadores a cada ano? Quais são os programas de pós-graduação, os diferentes institutos que de fato produzem conhecimento no âmbito dessa área? São estas algumas das questões que se propõem.

Objetivo Geral

Realizar uma investigação, um inquérito, de fôlego mais prolongado e específico, para conhecer, diagnosticar e mapear o conhecimento produzido pela Sociologia Ambiental brasileira, considerando aspectos epistemológicos, teóricos, metodológicos e empíricos em diferentes instituições produtoras de conhecimento científico brasileiro, considerando as últimas duas décadas.

Objetivos específicos:

2.1 identificar quais são os programas de pós-Graduação brasileiros que pesquisam no âmbito da sociologia ambiental, em diferentes estados e regiões brasileiras;

2.2 conhecer quais são os pesquisadores que se autodeclaram investigadores dessa área através dos currículos Lattes e de outras instituições de pesquisa não acadêmicas, a fim de identificar o tipo de pesquisa que vem sendo desenvolvidas bem como o resultado de produções já concluídas;

2.3 levantar a bibliografia nacional (livros e artigos especializados) em profundidade, sistematizando-o e catalogando-o dentro de certas categorias sistematizadas a priori tais como: fundamentos epistemológicos, filiação teórica, metodologia desenvolvida, objeto empíricos pesquisados.

2.4 mapear as diferentes orientações epistemológicas e teóricas contemporâneas que dão suporte a produção do conhecimento sociológico ambiental no contexto brasileiro.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA LUISA DE LIMA MANSOR101/05/201801/05/2020
CAMILA DELLAGNESE PRATES201/05/201801/05/2020
EDUARDA MARINA WIEDEMANN101/05/201801/05/2020
GABRIEL BANDEIRA COELHO201/05/201801/05/2020
LEO PEIXOTO RODRIGUES601/05/201801/05/2020
OTÁVIO IOST VINHAS101/05/201801/05/2020
RAFAELA CARDOSO DA FONSECA101/05/201801/05/2020

Página gerada em 22/01/2020 15:38:49 (consulta levou 0.085877s)