Nome do Projeto
MEMÓRIA DIGITAL: DIGITALIZAÇÃO DA COLEÇÃO COMPLETA DO JORNAL DIÁRIO POPULAR DE PELOTAS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/09/2018 - 01/09/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes - Artes
Resumo
Este projeto de pesquisa prevê a conjugação de esforços entre Bibliotheca Pública Pelotense e UFPel para a digitalização do acervo do Jornal Diário Popular de Pelotas. A escolha por esse periódico justifica-se por que o DP tem 125 anos de circulação praticamente ininterrupta é o mais antigo do estado do RS e um dos mais antigos do Brasil. Além disso, a Bibliotheca Pública possui toda a sua coleção incluindo as edições atuais. Somando-se a esses fatores cabe destacar que esse impresso faz parte das pesquisas de duas docentes que conduzirão as investigações. Com isso, pretende-se a aproveitar alguns resultados já obtidos pelas professoras e por acadêmicos dos cursos de Design da UFPel. O trabalho com o DP deu origem, até agora, a um banco digital com 78 edições duplicadas digitalmente. A partir desse produto serão elaboradas algumas diretrizes para condução geral do projeto, como a sistematização de entradas e indexações, formatos e resoluções e geração de cópias secundárias de baixa resolução para disponibilização online. Toma-se, portanto, como ponto de partida um piloto apresentado pelas referidas docentes. Com o apoio de docentes do curso de Computação da UFPel, conjuntamente com professoras e graduandos dos cursos de Design da UFPel, pretende-se que este projeto, interdisciplinar, corrobore com a manutenção da história que as páginas do Jornal Diário Popular guardam. Socializando futuramente, com o público, esse acervo digitalizado. Esta tarefa, no entanto, será assumida pela Bibliotheca Pública Pelotense. Fotografar e digitalizar as edições, assim como catalogar palavras-chave e criar um sistema de busca serão alguns dos desafios que se este pretende assumir com este projeto de pesquisa. É preciso destacar que o acervo de jornais contém edições com formatos e tamanhos diferentes, além de mudanças na cor e textura do papel, bem como de acréscimo de colunas e de páginas. Sistematizar essas informações; tratar todas essas imagens e criar um sistema de busca de informações, além de alimentá-lo, será também um desafio enfrentado pela equipe. Tudo isso com o objetivo de que mais pessoas tenham acesso ao conteúdo presente em uma materialidade que poderá se perder com o tempo. Para isso, a pergunta que norteará os estudos advindos desses esforços, prevendo uma socialização das edições digitalizadas, será: Como digitalizar toda a coleção do Jornal Diário Popular de Pelotas oportunizando que ele seja usado como uma fonte e como objeto de pesquisa?

Objetivo Geral

Objetivo geral:
Preservar e dar acessibilidade à informação presente no acervo do Jornal Diário Popular de Pelotas, que hoje se encontra no Centro de Documentação e Obras Valiosas da Bibliotheca Pública Pelotense, por meio da digitalização dos documentos poupando o acervo físico do impacto do manuseio direto e contínuo, especialmente no que diz respeito às edições mais antigas ou as que estejam em péssimas condições de conservação.

Objetivos específicos:
- Desenvolver metodologia de digitalização, tratamento de imagens, adequação de formatos e planos de trabalho;
- Definir parâmetro de entradas e formas de acesso ao acervo, além de indexar informações em Banco de Dados;
- Qualificar o acesso através da informatização das informações por meio da sistematização de metadados que ampliem, especifiquem e especializem as possibilidades de busca;
- Preservar o documento original da ação de manuseio e ampliar substancialmente o acesso dos usuários (inclusive de fora de Pelotas ou mesmo do Brasil) ao acervo da BPP;
- Organizar artigos científicos que discutam a metodologia, os dados, os resultados e análises originadas do projeto;
- Propiciar aos acadêmicos de graduação dos cursos de Design Gráfico e Digital, além dos alunos do curso de Computação, a inserção no âmbito da pesquisa científica;
- Realizar a integração e a troca de experiências de pós-graduandos com alunos de graduação por meio da realização de uma pesquisa conjunta;
- Propiciar a busca por informações acerca da memória e da identidade visual local, incluindo os processos de produção, execução e circulação do design gráfico em Pelotas;
- Identificar experiências na área da historiografia do design investigando seus atores e suas produções;
- Permitir aos pesquisadores envolvidos fazer investigações longitudinais, incluindo, assim, um longo período de investigação que viabiliza uma comparação das técnicas utilizadas em diferentes momentos por esse jornal - que se mistura à história pelotense;
- Investigar como as diferentes instituições pelotenses se utilizaram, ao longo dos anos, dos variados processos gráficos ofertados pelo Diário Popular;
- Pesquisar quais técnicas e que referências de comunicação visual foram utilizadas ao longo dos anos, tipificando essas experiências gráficas e buscando compreender como se deu o desenvolvimento dessas composições visuais.
Como resultado almeja-se, também, investigar e compartilhar com a sociedade aspectos sobre a historiografia do design pelotense.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALANA MACHADO KUSMA101/09/201801/09/2020
ANA DA ROSA BANDEIRA501/09/201801/09/2020
ANGELICA KNUTH101/09/201801/09/2020
MARILTON SANCHOTENE DE AGUIAR101/09/201801/09/2020
PEDRO MATHEUS101/09/201801/09/2020

Página gerada em 14/11/2019 19:48:06 (consulta levou 0.079464s)