Nome do Projeto
Desenvolvimento de estratégias de controle de Zaprionus indianus (Grupta, 1970) (Diptera: Drosophilidae) utilizando derivados de extratos de plantas à base de acetogeninas e bactérias entomopatogênicas
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
10/04/2018 - 31/12/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Resumo
Dentro da família Drosophilidae, a espécie Zaprionus indianus (Grupta, 1970), conhecida popularmente como mosca-do-figo, se destaca por causar grandes danos a produção de figo roxo (Ficus carica), sendo praga primária para o figo e secundária a outras espécies de frutiferas. Z. indianus é nativa da África Tropical e, recentemente, introduzida no Brasil. Fatores ligados a elevada adaptabilidade, curto período de desenvolvimento e alto potencial biótico, proporcionou uma elevada distribuição populacional no País. Os danos relacionados ao figo são causados, durante a fase de amadurecimento do fruto, mediante as fêmeas ovipositarem na região ostiolar, que após a larvas eclodirem, estas penetram para o interior dos frutos, tornando-os impróprios, ocasionando prejuízos de aproximadamente 100% da produção quando não adotado algumas práticas de manejo. Para a cultura da figueira, não há registros de produtos químicos ou biológicos para o controle da mosca-do-figo. Dentro das estratégias de Manejo Integrado de Pragas (MIP), recomenda diversas medidas de manejo que devem ser empregadas de forma integrada. Nessa proposta, o objetivo é avaliar o efeito uso de extratos de plantas a base de acetogeninas sobre adultos de Z. indianus e validar o uso em formulações de iscas tóxicas com atrativo alimentar em misturas com extratos de plantas. Assim como, avaliar a atividade biológica de isolados bacterianos sobre larvas e adultos de Z. indianus e a potencialidade de uso em misturas com atrativos alimentares para o formulação de iscas tóxicas para o desenvolvimento e aprimoramento de novas estratégias de manejo da praga no campo, visando disponibilizar ferramentas de manejo que possam ser empregadas pelos fruticultores numa estratégia de manejo integrado.

Objetivo Geral

Geral
Desenvolver estratégias inovadoras para o manejo sustentável de Z. indianus com a utilização de extratos botânicos ricos em acetogeninas e isolados bacterianos a base de B. thuringiensis.

Específicos
Identificar extratos vegetais a base de acetogeninas com propriedades inseticidas que apresentam elevada toxicidade, efeito residual e de repelência a adultos de Z. indianus em bioensaios de laboratório e campo.

Identificar compostos botânicos a base de acetogeninas com possibilidade de uso em formulações de iscas tóxicas para o manejo de Z. indianus.

Avaliar a atividade biológica de isolados de B. thuringiensis sobre larvas e adultos de Z. indianus.

Avaliar a potencialidade de uso de B. thuringiensis em formulações de iscas toxicas em misturas com atrativos alimentares sobre adultos de Z. indianus

Desenvolver novas estratégias de manejo de Z. indianus com a utilização de extratos vegetais a base de acetogeninas e de B. thuringiensis;

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CHARLES FERREIRA BARBOSA2001/08/201931/07/2020
FABIO PEREIRA LEIVAS LEITE110/04/201831/12/2020
FERNANDA CARLA SANTOS GEISLER2010/04/201831/12/2020
FLAVIO ROBERTO MELLO GARCIA2010/04/201831/12/2020
HUGO SPEGIORIN JÚLIO2010/04/201831/12/2020
IGOR GUSTAVO DE OLIVEIRA1201/08/201831/07/2019
IGOR GUSTAVO DE OLIVEIRA2010/04/201831/07/2018
LILIANE NACHTIGALL MARTINS2010/04/201831/12/2020
NYCOLE DE SOUZA ACUNHA1201/08/201831/07/2019
RUTE CAROLINE BECKER TREPTOW2010/04/201831/12/2020

Página gerada em 15/12/2019 03:51:57 (consulta levou 0.068933s)