Nome do Projeto
Necessidade de Cuidados Paliativos na Internação em um Hospital de Ensino na Cidade de Pelotas/RS: um estudo transversal
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
10/05/2018 - 31/12/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem de Saúde Pública
Resumo
Objetivo geral Verificar a necessidade de cuidados paliativos na internação em unidades clínicas de adultos em um hospital de ensino da cidade de Pelotas/RS. Objetivos específicos - Identificar a prevalência de necessidade de cuidados paliativos na internação em unidades clínicas de adultos. - Caracterizar o perfil sociodemográfico e de saúde dos pacientes com necessidade de cuidados paliativos.

Objetivo Geral

O envelhecimento populacional e a expectativa de vida têm crescido de forma progressiva nos últimos anos, principalmente pela contribuição da ciência e pelos avanços da medicina. Tal fato, tem originado modificações no padrão das doenças, com aumento da prevalência de doenças crônicas não transmissíveis, destacando-se as doenças cardiovasculares, cerebrovascular e o câncer. Com duração prolongada e com capacidade de provocar diversas incapacidades, as doenças crônicas estão entre as principais causas de morte no mundo. Com isso, o indivíduo acaba por vivenciar um sofrimento até a sua morte e esta é a principal razão pela qual a abordagem paliativa deve ter alta prioridade diante de doenças fora da possibilidade de cura. A Organização Mundial da Saúde define cuidado paliativo como uma assistência promovida por uma equipe multidisciplinar e que deve ser oferecido ao paciente e sua família diante de doenças ameaçadoras da vida. Essa abordagem promove a melhoria da qualidade de vida, mediante a prevenção e o alívio do sofrimento, detecção precoce e tratamento de sintomas sejam eles físicos, psicológicos, sociais e espirituais. Os cuidados paliativos se apresentam como uma modalidade de assistência que vem se desenvolvendo de forma acentuada nos últimos anos, já que surgem com o pressuposto de prevenir e diminuir o sofrimento dos doentes e família, atendendo às suas diversas necessidades. Diante desse retrato, torna-se imprescindível, visando a organização dos serviços de saúde, conhecer a necessidade de cuidados paliativos na internação hospitalar.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA CRISTINA FRAGA DA FONSECA410/05/201831/12/2020
JULIETA MARIA CARRICONDE FRIPP210/05/201831/12/2020

Página gerada em 21/11/2019 17:19:21 (consulta levou 0.076441s)