Nome do Projeto
"Ressignificando" a economia: da economia doméstica ao empreendedorismo e os projetos de educação financeira e fiscal no Brasil
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/01/2019 - 16/09/2021
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Resumo
Assim, esse pedido de prorrogação visa aprofundar em 02 objetivos – a) continuar explorando as nuances do orçamento doméstico das famílias brasileiras, para além do ponto de vista das mulheres (de baixa renda), buscando agregar as demais pessoas e moedas envolvidos no orçamento doméstico, em especial, as crianças com o objetivo de compreender o orçamento para além da ideia de dispositivo econômico que visa a mediação de pobreza e de poder de consumo. b) realizar um mapeamento no espaço público brasileiro (mídia) via a análise da trajetória da palavra “imposto”, iniciando tal busca no acervo do jornal O Estado de S. Paulo, que encontra-se digitalizado e fornece quase 150 anos de notícias, com o objetivo de entender o significado social do imposto na sociedade brasileira. Após, essas duas etapas o objetivo será compreender o significado social do dinheiro (cf. Zelizer, 1994) no Brasil para esboçar uma história da disposição econômica dos brasileiros marcada por mitos e narrativas para além do fator econômico. Esta pesquisa justifica-se, portanto, pois visa discutir novas lentes sobre desigualdade e desenvolvimento social no país. Vale enfatizar que o cronograma deste projeto de pesquisa foi afetado pelas atividades como coordenadora do Programa de Pós-graduação em Sociologia, além da rotina burocrática, assumiu na maior parte da gestão a função de secretaria.

Objetivo Geral

O principal objetivo deste projeto de pesquisa é contemplar às mudanças culturais, observadas a partir do desenvolvimento econômico e do avanço do capitalismo, que refletem uma história da disposição econômica dos brasileiros, perpassando pela lógica social da economia e seu caráter de economia doméstica, à ascensão do empreendedorismo, em especial, do empreendedorismo rural para a agricultura familiar e, as propostas de educação financeira e fiscal que despontaram recentemente no Brasil, constituem-se como os principais agentes na promoção de uma “nova” cultura econômica e tributária no país. Deste modo, a economia, enquanto prática sociocultural, passa a ser vista como resultado da relação de interdependências de diversas instituições sociais, sofrendo modificações ao longo do tempo a partir de mudanças na configuração social, que subjetivamente passa a naturalizar práticas econômicas na sociedade brasileira.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
GREICE MARTINS GOMES201/01/201931/12/2019
LEON MCLOUIS BORGES DE LUCAS201/01/201931/12/2019
MEIJA KAROLIINA RONKAINEN201/01/201931/12/2019

Página gerada em 16/07/2019 11:35:34 (consulta levou 0.071905s)