Nome do Projeto
Avaliação da capacidade de retenção de agrotóxicos pelo processo de adsorção.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
03/07/2018 - 03/07/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Multidisciplinar - Interdisciplinar
Resumo
A contaminação por defensivos agrícolas ocorre tanto pontualmente como nas áreas adjacentes, podendo atingir até mesmo locais mais distantes do ponto de aplicação. Os recursos hídricos são os mais afetados devido à agricultura exigir um grande suprimento de água, o que conduz o desenvolvimento dessa atividade próximo a rios e lagos. Dependendo de suas características os agrotóxicos podem permanecer em diferentes compartimentos, tais como atmosfera, solo, água de superfície e subterrânea. Através das suas propriedades físico-químicas, pode-se estimar seu comportamento no meio ambiente, desde a aplicação até o destino final, assim como as interações com o solo e o transporte, quando dissolvidos em água ou associados aos sedimentos. Tal situação exige controle e estudos que possibilitem o monitoramento de defensivos agrícolas no meio ambiente. Alguns agrotóxicos podem ser degradados por vias químicas, fotólise ou ação de microrganismos. Entretanto, as moléculas com alta persistência, baixas taxas de degradação podem permanecer no ambiente sem sofrer quaisquer alterações. Existem diversos estudos referentes a purificação de efluentes contaminados, dentre tais, o processo de adsorção utilizando-se biomassas têm larga aplicação por ser um método eficiente e de baixo custo, sendo a adsorção sólido/líquido uma das técnicas mais efetivas na remoção desses contaminantes no meio aquoso. Biomassa é um termo utilizado para representar uma série de materiais orgânicos, como os resíduos agrícolas, que podem ser direta ou indiretamente empregados para a geração de combustíveis, como etanol, metanol, biogás, bem como para a produção de carvão vegetal e óleos dentre outras utilizações.O carvão ativado é o nome comercial de um grupo de carvões que se caracterizam por terem uma estrutura porosa e uma superfície interna elevada. São materiais carbonáceos, porosos, que apresentam uma forma microcristalina, não grafítica, que sofreram um processamento para aumentar a porosidade interna que podem ser obtidos de diferentes biomassas. Neste contexto, em continuidade à esta linha de estudos desenvolvida por nosso Grupo de Pesquisa mo presente projeto propõe a partir de processos adsortivos por carvão ativado produzido por biomassa regional, a remoção de efluentes contaminados por agrotóxicos no Estado do Rio Grande do Sul.

Objetivo Geral

OBJETIVO GERAL
Avaliar pelo processo de adsorção a contaminação dos recursos hídricos por agrotóxicos utilizados no RS.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

1) Caracterizar os agrotóxicos: Atrazina, Cloromazona, Carbofurano, Glifosfato, Propanil, Tiran, Lamba-Ciallotrina e Parationametílica a serem utilizados no presente estudo quanto as suas estruturas químicas;
2) Preparar efluentes sintéticos para sua devida avaliação;
3) Avaliar a capacidade de remoção destes contaminantes orgânicos oriundos do setor agrícola através da determinação de parâmetros como: pH, solubilidade, concentração do contaminante, tempo de contato, porcentagens e capacidades máximas de remoções, aplicar os modelos teóricos de adsorção descritos na literatura para descrição dos dados empíricos;
4) Propiciar ao estudante o contato com a pesquisa científica e colaborar com a sua formação acadêmica no aprimoramento e conhecimento de técnicas de rotinas de análises em laboratório que incluem: desde o preparo de soluções, conhecimento de vidrarias, reagentes e equipamentos, bem como de técnicas avançadas utilizadas na caracterização físico-química de materiais.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
JOÃO VICTOR MACÊDO DE ALMEIDA603/07/201803/07/2020
MARCELY ECHEVERRIA OLIVEIRA2001/08/201903/07/2020
MARCELY ECHEVERRIA OLIVEIRA1201/08/201831/07/2019
MIGUEL PINTO DE OLIVEIRA403/07/201803/07/2020

Página gerada em 19/08/2022 05:14:01 (consulta levou 0.042131s)