Nome do Projeto
Estudos em Gênero, Sexualidade e Comunicação
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
02/07/2018 - 03/07/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas - Comunicação
Resumo
Muitas das profundas mudanças na estrutura familiar, na sociedade ocidental, aconteceram no final da década de 1960, com os movimentos de emancipação feminina. Essas mobilizações influenciaram o meio acadêmico, principalmente na Europa e nos Estados Unidos, cujas pesquisas suscitaram diversas análises sobre os estudos de gênero, nas esferas política, econômica e social. Assim, as questões de gênero se afirmaram devido à expansão das fronteiras teóricas das críticas feministas, que, desde a década de 70, vêm sendo discutidas em diferentes perspectivas da relação entre os sexos. Daí, a relevância de estudar representações de Gênero em âmbito mundial. No conjunto dos movimentos teóricos plurais, o termo gênero costuma ser incorporado e utilizado de duas maneiras. Por um lado, gênero vem sendo usado com um conceito contrastante ou complementar à noção de sexo biológico, ao referir-se aos traços de personalidade, atitudes e comportamentos que as culturas determinam aos corpos sexuados. Conforme essa abordagem, parte-se do pressuposto de que a sociedade e a cultura agem sobre uma biologia humana que as antecedem. Assim, com os Estudos de Gênero, mulher e homem constituem-se em categorias de análise que funcionam, desde que compreendidas de forma relacional, mediante uma perspectiva sociocultural. Conforme essa visão, estudar as relações de gênero e sexualidade na área da Comunicação envolve não só considerar os aspectos relacionais, mas também investigar as relações de poder que se estabelecem por meio da difusão do conhecimento e dos sentidos produzidos socialmente sobre o que deve ser entendido como feminino ou masculino. Scott (1990 apud Peterson, 1999), ao realizar um estudo sobre gênero, destaca três posições, que são a teoria do patriarcado, a tradição marxista e as escolas psicanalíticas. Essa posição também é apresentada por Butler (2017), na obra Problemas de Gênero- Feminismo e subversão da identidade (2003) e Problemas de Gênero (2017). Para a autora, a noção de gênero como uma categoria de análise histórica ainda é dominante, fundamentada numa estrutura patriarcal e cultural hegemônica. A referida pesquisadora refuta posições arraigadas a teoria literária feminista que limitavam as questões de gênero ligadas ao masculino e feminismo. Também, critica outros estudos feministas que apenas centravam as mulheres, isolando-as dos demais contextos.

Objetivo Geral

Geral-
Compreender o conceito de gênero e sexualidade em diferentes áreas do conhecimento;
Específicos-
- Proporcionar o debate de gênero e sexualidade na comunicação e na esfera do jornalismo;
- Refletir sobre os estudos de gênero e sexualidade na mídia;
- Conhecer as pesquisas globais na área de gênero e sexualidade;
- Verificar a contribuição dos estudos feministas na área de gênero;
- Compreender as relações e políticas de gênero;
- Analisar os padrões corpóreos estabelecidos pela mídia e na sociedade;
- Identificar a cultura, os estereótipos e identidades nas relações de gênero;
- Analisar o discurso da mídia nas relações de gênero;
- Analisar a contribuição dos Estudos Culturais nas reflexões de gênero e nos estudos em comunicação;
- Investigar os estudos feministas na área da comunicação;
- Compreender como a cultura da mídia se articula no desvelamento de identidades de gênero, especialmente, as do gênero feminino.
- Analisar o papel da imprensa feminina no campo da comunicação e do Jornalismo

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
GIORDANNA BENKENSTEIN VALLEJOS2002/07/201803/07/2019
HILLARY ORESTES KOSBY2002/07/201803/07/2019
MARIANA DOS SANTOS HALLAL DA SILVA2002/07/201803/07/2019
MARINA GRILLO PEREIRA AMARAL2002/07/201803/07/2019
MICAEL MACHADO DA SILVA2002/07/201803/07/2019
MILENA SCHIVITTEZ PEDROSO2002/07/201803/07/2019
SAMIRA LUCAS SILVEIRA2002/07/201803/07/2019
SARA CARULINA SILVA DA ROSA2002/07/201803/07/2019

Página gerada em 23/10/2019 23:09:39 (consulta levou 0.079449s)