Nome do Projeto
Perfil clínico, cirúrgico, ultrassonográfico e enzimático renal de cães naturalmente parasitados por Dioctophyma renale.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/01/2019 - 31/12/2020
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica Cirúrgica Animal
Resumo
Segundo o site da prefeitura de Pelotas- RS, foram realizadas pesquisas pelo Centro de Pesquisas Epidemioloígicas da Faculdade de Medicina Social da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), relatando que aproximadamente 70% dos cães são semi-domiciliados, ou seja, com proprietários e com circulação livre pelas ruas; 10% são de animais sem dono (cães de rua ou errantes) e 20% vivem completamente domiciliados. A pesquisa ainda afirma que a população de cães de Pelotas-RS é de 66.723, ou seja, um para cada cinco pessoas. Levando-se em consideração que à região de Pelotas é rodeada por lagoas, rios e arroios, acredita-se que a ocorrência de dioctofimose na cidade e arredores seja elevada. Acredita-se que haja uma maior predisposição nos animais de companhia, principalmente com maior ocorrência em cães de rua, devido a hábitos alimentares pouco seletivos, assim como o desconhecimento da causa da doença pela população e de como ela se desenvolve. As avaliações através de pressão arterial, ultrassom com doppler cardíaco em cães, não foram encontradas, e são dados importantes para conhecer melhor essa enfermidade que acomete os animais e que pode afetar os humanos, representando um risco a saúde pública.Assim diante desta problemática, e principalmente, por não haver dados precisos acerca da parasitose em nossa região, delineou-se o presente estudo.

Objetivo Geral

O objetivo do trabalho será identificar os cães parasitados por D. renale, submetê-los as avaliações de ecocardiografia com doppler, dopplerfluxométrica renal, morfometria renal, avaliação de pressão arterial pré e pós-operatória, realização de biópsias renais no rim contralateral ao parasitado e posteriormente realizar as cirurgias no rim afetado pelo parasita.Objetivos específicos

• Estudar a função cardíaca e possíveis anomalias no funcionamento das válvulas cardíacas, em pacientes com dioctofimose.
• Avaliar o rim afetado pelo parasita pelo exame de Doppler colorido para verificar se há sinal de irrigação e perfusão renal.
• Avaliar o rim não afetado pelo parasita na ultrassonografia em modo B e Doppler colorido e relacionar os resultadosaos exames laboratoriais.
• Avaliar morfológica e fluxometricamente, por meio de ultrassonografia, o rim não afetado pelo parasita quanto a sua irrigação e funções no pré-cirúrgico e aos 60 dias após a nefrectomia do rim afetado, para verificar possíveis lesões compensatórias.
• Mensuração da pressão arterial, a fim de diagnosticar se existehipertensão arterial sistêmica em pacientes com dioctofimose.
• Realizar biopsia renal do rim contralateral ao afetado, durante otrans-cirúrgico, afim de diagnosticar possíveis lesões renais que levem o paciente a apresentar alguma doença renal futuramente.
• Realizar a nefrectomia do rim acometido, como parte do tratamento da dioctofimose.
• Quando possível, e o rim estiver em bom estado, ou estado inicial da parasitose fazer apenas nefrotomia.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA PAULA NEUSCHRANK ALBANO130/03/201631/12/2018
ANA RAQUEL MANO MEINERZ130/03/201631/12/2018
BEATRIZ PERSICI MARONEZE130/03/201631/12/2018
BRUNA MÜLLER ROSENTHAL130/03/201631/12/2018
CAROLINA SILVEIRA MASCARENHAS130/03/201631/12/2018
EDUARDA ALÉXIA NUNES LOUZADA DIAS CAVALCANTI130/03/201631/12/2018
FABIANE BORELLI GRECCO130/03/201631/12/2018
FABIO DA SILVA E SILVA130/03/201631/12/2018
FABRICIO DE VARGAS ARIGONY BRAGA130/03/201631/12/2018
FELIPE ROSA CUNHA130/03/201631/12/2018
FRANCISCO DE ASSIS ARAÚJO CAMELO JÚNIOR410/10/201730/12/2017
GERTRUD MULLER ANTUNES130/03/201631/12/2018
GUILHERME ALBUQUERQUE DE OLIVEIRA CAVALCANTI130/03/201631/12/2018
GUILHERME CUNHA MOLLER130/03/201631/12/2018
HELOISA DO AMARAL BOANOVA130/03/201631/12/2018
JESSICA HELLEN BASTOS LAVADOURO130/03/201631/12/2018
MARIANA CARDOSO SANCHES130/03/201631/12/2018
MARINA ZANIN410/10/201730/12/2017
MARLETE BRUM CLEFF130/03/201631/12/2018
MARTIELO IVAN GEHRCKE130/03/201631/12/2018
NIELLE VERSTEG130/03/201631/12/2018
PATRICIA SILVA VIVES130/03/201631/12/2018
PÂMELA CAYE130/03/201631/12/2018
SOLIANE CARRA PERERA230/03/201631/12/2018
THOMAS NORMANTON GUIM130/03/201631/12/2018
VITÓRIA GAUSMANN130/03/201631/12/2018

Página gerada em 23/10/2019 10:02:17 (consulta levou 0.078122s)