Nome do Projeto
Comparação da fadiga entre dois métodos diferentes de treinamento de força
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/10/2018 - 01/04/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Educação Física
Resumo
O presente estudo tem como objetivo analisar e comparar as respostas neuromusculares agudas de dois diferentes métodos de treino de força. O estudo será composto por 20 homens jovens experientes em treino de força. Depois de familiarizados, os participantes serão divididos de maneira contrabalanceada para a realização de dois métodos de treino de força: protocolo tradicional e protocolo Stop-five, de forma cruzada e com pelo menos uma semana de intervalo entre cada um. Serão avaliados a força isométrica máxima de flexão de cotovelo, amplitude e mediana da frequência do sinal eletromiográfico (EMG) dos músculos bíceps femoral e tríceps femoral cabeça longa e lateral e a concentração de lactato sanguíneo antes e imediatamente após os protocolos, assim como o índice de esforço percebido 30 min após. Adicionalmente, a amplitude e mediana da frequência do sinal EMG serão aferidos durante a realização de ambos os protocolos. Os dados serão testados quanto à normalidade, homogeneidade das variâncias através dos testes de Shapiro-Wilk e Levene, respectivamente, e apresentados por meio de estatística descritiva. Para comparação dos protocolos serão utilizadas análises de variância (ANOVA) de dois caminhos (grupo x momento) com medidas repetidas no fator momento e post hoc de Bonferroni (α=5%).

Objetivo Geral

Analisar e comparar as respostas neuromusculares agudas de diferentes métodos de treino de força em homens jovens experientes em TF.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
GUSTAVO ZACCARIA SCHAUN801/10/201801/04/2019
HÍGOR FORTES DA FONSECA801/10/201801/04/2019

Página gerada em 14/11/2019 11:54:22 (consulta levou 0.082619s)