Nome do Projeto
Desenvolvimento e prototipação de um confortimetro portátil de baixo consumo e interface on-line
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
02/09/2018 - 01/09/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação
Resumo
O presente projeto de pesquisa visa o desenvolvimento de um protótipo, para mensurar o conforto térmico, de pequenas dimensões, baixo custo energetico e disponibilidade de dados on-line/off-line, para ambientes internos. Para alcançar o objetivo final são necessários: 1) Estabelecer os limites de consumo máximo e mínimo; 2) Definir os sensores; 3) Definir o protocolo de comunicação 4) Estabelecer os microcontroladores e plataformas de desenvolvimento usados 5) Construir o protótipo e realizar os testes estabelecidos.

Objetivo Geral

A construção de habitações e edificíos comerciais vivem neste século um retorno a um antigodesafio: criar edificios que possuam a melhor adaptação possível ao ambiente em que está locaizado. Essa adaptação envolve usar da melhor forma possível condições como clima local posição geografica, etc. de forma que a edificação possua o melhor desenpenho em termos de conforto aos seus usuários e o minimo de consumo de energia eletrica.
Ao final do século XX com a crise energética e a percepção de desperdicio de energia nesses prédios, voltou a percepção da construção de prédios otimizados em termos de conforto e uso minimo de sistemas artificiais para alcançar esse objetivo.
A Arquitetura Bioclimática estuda o projeto de ambientes construídos de forma que exista uma relação harmoniosa entre a edificação, clima e processo de troca de energia, objetivando o conforto ambiental humano em todas as suas formar (térmico, luminoso, acústico, psicologico, etc). O Laboratório de Conforto e Eficiência Energética (Faculdade de Arquitetura/UFPel) e o Grupo de Aplicações de Inteligência Artificial (CDTEC/UFPel), de forma conjunta estuda formas de desenvolver dispositivos de hardware e software que permintam agregar inteligência artificial a essas edificaçoes de forma a extrair o máximo de sistemas passivos de conforto termico. O objetivo é o uso de
sistemas de controle com possibilidade de uso extensivo em função de seu tamanho e preço.
Um dos obstáculos para esse objetivo é a medição da sensação de conforto térmico. O dispositivo que faz essa medícão se chama confortimetro. O confortimetro dispõe de alguns sensores tais como: sensor de corrente do ar; umidade relativa; temperatura pontual e temperatura do globo.
Existem alguns dispositivos comerciais disponiveis. Infelizmente esses dispositivos não atendem demandas específicas da pesquisa e muitas vezes possuem um custo elevado para serem usados de forma intensiva. Em uma pesquisa realmente abrangente é necessario que o dispositivo possua baixo consumo e capacidade de sustentação de energia independente por longos periodos, pois em muitos lugares de pesquisa a rede eletrica está ausente, ou existe a possibilidade de suspensão por longos periodos. A mobilidade do equipamento também influencia no custo. O ideal é que o equipamento
seja de facil manuseio e facilmente instalado em qualquer espaço. O acesso aos dados gerados também devem possíveis a distância, seja via internet ou qualquer outro sistema de comunicação.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANTONIO CESAR SILVEIRA BAPTISTA DA SILVA202/09/201801/09/2019
CASSIANO BORGES SOARES COELHO802/09/201801/09/2019
CHRISTIAN GEHRKE MÜLLER802/09/201801/09/2019
HELENA DUFAU DE CARVALHO802/09/201801/09/2019
RAFAEL IANKOWSKI SOARES202/09/201801/09/2019

Página gerada em 14/08/2020 11:49:02 (consulta levou 0.101900s)