Nome do Projeto
Enfoque bayesiano na avaliação genética de ovinos no Rio Grande do Sul
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
17/09/2018 - 17/09/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Zootecnia - Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
Resumo
No Rio Grande do Sul o baixo nível de escrituração zootécnica é uma realidade, consequentemente limitando a precisão das estimativas dos parâmetros genéticos. Segundo Lôbo et al. (2009) a falta de registros sistemáticos significa que houve poucos estudos sobre os parâmetros genéticos relacionados às características produtivas, reprodutivas e maternas. Esta falta de informação dificulta muito o desenvolvimento adequado da indústria ovina. Nesse estado, quando escriturada, a principal característica é o peso ao nascer, especialmente por estar relacionada com a sobrevivência dos neonatos, uma vez que, segundo Banchero et al. (2012), cordeiros que nascem mais pesados apresentam maiores chances de sobrevivência quando comparados a cordeiros leves. Sawalha et al. (2007) descrevem que existe uma relação não linear bem estabelecida entre a sobrevivência do cordeiro e o peso ao nascer, ou seja, tanto cordeiros muito leves, como muito pesados estão em risco de morrer antes do desmame; enquanto que cordeiros com um peso intermediário terão uma melhor chance de sobrevivência. Cordeiros pequenos são propensos a sucumbir à hipotermia e inanição, enquanto cordeiros pesados estão em maior risco de morrer por causa de distocia. Serão utilizados dados referentes ao peso ao nascimento de animais oriundos de duas propriedades rurais, uma de ovinos da raça Texel e outra agropecuária com sistema de criação com base genética o cruzamento das raças Finnish Landrace x Frisona Milchschaf. O presente projeto se propõe a analisar pesos corporais ao nascer de ovinos criados no Rio Grande do Sul dentro de uma base de dados que se almeja constituir um projeto de melhoramento genético. A metodologia utilizada será a inferência bayesiana utilizando um modelo animal que inclui os efeitos aleatórios diretos genéticos, de ambiente permanente e comum e efeitos residuais, além dos efeitos fixos de idade da mãe, grupos contemporâneos, sexo e tipo de parto. Serão utilizadas 50000 iterações com período de aquecimento de 20000. Serão obtidas as variâncias aditivas, residuais e fenotípicas e finalmente as herdabilidades e tendências genéticas para o período estudado.

Objetivo Geral

Objetivos gerais

Realizar análises utilizando a metodologia de inferência bayesiana, dentro da base de informações genéticas obtidas dentro de um pré-programa de melhoramento genético, aplicável às raças ovinas criadas no Rio Grande do Sul.

Objetivos específicos:

• Gerar estimativas de mérito genético para a característica de peso ao nascimento para animais das raças Texel e produtos do cruzamento de carneiros F1 Finnish Landrace X Frisona Milchschaf com ovelhas Polwarth;
• Desenvolver tendências genéticas para a característica de peso ao nascimento nas propriedades avaliadas;
• Divulgação de resultados por via científica (resumos e artigos) e palestras técnicas para ovinocultores;
• Elaborar uma dissertação de mestrado.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AMANDA WEBER GARCIA2017/09/201831/12/2019
FERNANDO AMARILHO SILVEIRA2017/09/201831/12/2019
MATHEUS RAMOS FARIA2017/09/201831/12/2019
NICHOLAS DA SILVEIRA DA SILVA2023/08/201917/09/2020
ROGERIO FOLHA BERMUDES317/09/201831/12/2019
STEFANI MACARI317/09/201831/12/2019
VINICCIUS MOURA DALBEM1016/07/201917/09/2020

Página gerada em 26/01/2020 19:42:44 (consulta levou 0.078233s)