Nome do Projeto
EFEITO ANTIALODÍNICO, ANTI-HIPERALGÉSICO E TIPO ANTIDEPRESSIVO DO 3,5-DIMETIL-4-(FENILSELANIL)-1H-PIRAZOL EM CAMUNDONGOS DIABÉTICOS INDUZIDOS POR ESTREPTOZOTOCINA
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
14/11/2018 - 14/11/2021
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Biológicas - Farmacologia
Resumo
A presença de diabetes mellitus e depressão maior (DM), dois distúrbios relativamente comuns, crônicos, caros e incapacitantes, desafia cada vez mais os médicos de saúde mental em todo o mundo, representando um desafio global para a saúde devido à crescente prevalência mundial, às complicações crônicas e o prejuízo funcional associados a essas condições (WHITING et al., 2011) . A prevalência mundial de diabetes (que inclui as quatro classes clínicas: tipo 1, tipo 2, gestacional e diabetes devido a outras causas) é de 425 milhões de casos em todo o mundo em 2017, e estima-se que este número subirá para 628 milhões em 2045 (WHITING et al., 2011)(IQBAL et al., 2018). Sendo assim, há uma crescente busca por novos compostos capazes de tratar de forma multi-alvo está comorbidade, desta maneira os compostos orgânicos de selênio (Se) ganham devida atenção. A importância do Se foi elucidada quando uma cardiomiopatia endêmica na China foi detectada pelos baixos níveis de Se no sangue dos pacientes e, então o Se passou a ser considerado como um micronutriente essencial da dieta (ZHOU et al., 2003). É importante salientar que o Se desempenha um papel fundamental para a manutenção do organismo, sendo indispensável em razão de formar as selenoproteínas como a selenoptroteína P (SelP), selenoproteína W (SelW), glutationa peroxidase (GPx) e a tiorredoxina redutase (TRx) (SANMARTÍN et al., 2011)(KUDVA; SHAY; PRABHU, 2015). Portanto, o Se despertou interesse para os grupos de pesquisa, que passaram a incorpora-lo em moléculas químicas(SENTHIL NARAYANAPERUMAL, 2013). Desta maneira, nosso grupo de pesquisa já relatou inúmeras propriedades promissoras obtidas dos compostos orgânicos de Se, como atividade antioxidante(PADILHA et al., 2017), antidepressiva (CASARIL et al., 2017), antinociceptiva (BIRMANN et al., 2018), anti-inflamatória (PINZ et al., 2016), dentre outras. Desta maneira, sabendo que a DNP e a DM possuem um alto grau de comorbidade, e que o Se e o pirazol possuem propriedades farmacológicas promissoras, nosso grupo de pesquisa busca investigar a possível atividade antialodínica, anti-hiperalgésica e tipo antidepressiva do 3,5-dimetil-4-(fenilselanil)-1h-pirazol (DMFSe) em camundongos diabéticos induzidos por STZ.

Objetivo Geral

Os objetivos do presente estudo são:
(1) Avaliar o efeito dos 3,5-dimetil-4-(fenilselanil)-1H-pirazol em camundongos submetidos ao comportamento tipo-antidepressivo através do teste do nado forçado (TNF) e splash teste e as possíveis alterações locomotoras causadas pelo dano induzido por STZ será avaliada através do teste do campo aberto (TCA);
(2) Avaliar o efeito dos 3,5-dimetil-4-(fenilselanil)-1H-pirazol em camundongos submetidos ao comportamento antialodínico e anti-hiperalgésico através do teste do Von Frey (VF) e teste de placa quente.
(3) Avaliar a relação da indução da diabetes com a dor neuropática diabética e o comportamento tipo-antidepressivo com o estresse oxidativo através da atividade enzimática de Catalase e Superóxido Dismutase, assim como avaliação das Espécies Reativas ao Ácido Tiobarbitúrico (TBARS) e Espécies Reativas (RS);
(4) Avaliar o 3,5-dimetil-4-(fenilselanil)-1H-pirazol na reversão de citocinas pró-inflamatórias e o aumento do BDNF após indução por STZ em camundongos

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
DANIELA HARTWIG DE OLIVEIRA114/11/201814/11/2021
MICAELA DOMINGUES114/11/201814/11/2021
PALOMA TABORDA BIRMANN114/11/201814/11/2021
RAQUEL GUIMARAES JACOB114/11/201814/11/2021
THIAGO ÂNGELO SMANIOTTO114/11/201814/11/2021

Página gerada em 19/07/2019 01:06:28 (consulta levou 0.065231s)