Nome do Projeto
INCIDÊNCIA DE PERFURAÇÕES EM LUVAS CIRÚRGICAS E OS FATORES DE RISCO ASSOCIADOS NA ROTINA DE ANIMAIS DE COMPANHIA
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
03/12/2018 - 16/03/2020
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirúrgia Animal
Resumo
O objetivo é determinar o índice de perfuração de luvas cirúrgicas utilizadas na rotina do bloco cirúrgico de pequenos animais no Hospital de Clínicas Veterinária da Universidade Federal de Pelotas. Serão utilizadas 500 luvas cirúrgicas de látex (250 pares), coletadas em procedimentos cirúrgicos. Um formulário será preenchido durante e ao final da cirurgia com informações sobre o procedimento cirúrgico, dados sobre o usuário das luvas, e sobre as luvas utilizadas durante o procedimento. As luvas serão avaliadas por meio do teste de extravasamento (TE) com solução com corante de tecidos, além do GT, 50 luvas novas também serão avaliadas - Grupo Controle (GC). Os dados coletados serão registrados e organizados em tabelas, para posterior análise estatística. Espera-se que as luvas pertencentes ao grupo controle não apresentem perfurações. Que as perfurações ocorram com maior frequência, em procedimentos que tenham um elevado tempo de duração e que utilizem materiais cortantes, como por exemplo, os procedimentos ortopédicos.

Objetivo Geral

Objetivo geral
O presente estudo tem por objetivo determinar o índice de perfuração de luvas cirúrgicas utilizadas em procedimentos, na rotina do bloco cirúrgico de pequenos animais no Hospital de Clínicas Veterinária da Universidade Federal de Pelotas (HCV-UFPel).

Objetivos específicos
- Detectar a ocorrência de perfuração das luvas cirúrgicas após sua utilização no bloco cirúrgico de pequenos animais no HCV-UFPel;
- Verificar a localização das perfurações em relação a topografia das mãos;
- Verificar qual mão é mais acometida pelas perfurações;
- Determinar quais procedimentos são mais propensos a perfurações das luvas cirúrgicas;
- Correlacionar o tempo cirúrgico ao risco de perfuração das luvas no transoperatório.
- Avaliar se o nível de treinamento do usuário influencia na perfuração das luvas cirúrgicas durante o procedimento cirúrgico.
- Verificar o índice de percepção de perfuração por parte da equipe (ou usuário).
- Verificar a ocorrência de perfurações em luvas cirúrgicas não utilizadas.
- Padronizar em escore o volume de extravasamento através das perfurações.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CAROLINA BOHN203/12/201829/03/2019
CLÁUDIA BEATRIZ DE MELLO MENDES403/12/201829/03/2019
JOSAINE CRISTINA DA SILVA RAPPETI103/12/201829/03/2019
MARLETE BRUM CLEFF103/12/201816/03/2020
MARTIELO IVAN GEHRCKE103/12/201816/03/2020
MAYARA ALINE MUSSI DOS REIS203/12/201829/03/2019
PATRICIA SILVA VIVES103/12/201829/03/2019
RAFAELA VIEIRA DE CASTRO203/12/201829/03/2019
VICTÓRIA MARIN WAILLA203/12/201829/03/2019

Página gerada em 16/07/2019 17:45:46 (consulta levou 0.073735s)