Nome do Projeto
Influência da morfologia urbana e da vegetação no conforto térmico: estudo em espaços abertos e em ambientes internos da cidade de Pelotas - RS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
22/04/2019 - 16/04/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Tecnologia de Arquitetura e Urbanismo
Resumo
Os benefícios relacionados as estratégias de resiliência urbana às mudanças climáticas não se restringem apenas aos usuários das edificações, mas estendem-se aos usuários dos espaços abertos adjacentes. Na literatura há, comprovadamente, uma associação direta entre a vegetação urbana e a redução das ilhas de calor urbanas. Da mesma forma, a morfologia urbana e sua influência sobre os microclimas nas cidades é objeto de estudo nacional e internacionalmente. Em trabalhos recentes, internacionalmente, destacam-se como referência para este projeto os trabalhos conduzidos pelo Professor PhD. Erik Johansson, na Lund University (Suécia). Nacionalmente, destacam-se os trabalhos desenvolvidos pela Professora Dra. Denise Duarte e pela Dra. Paula Shinzato, ambas da Universidade Federal de São Paulo. Esta pesquisa propõe-se a investigar a influência de diferentes combinações de morfologia urbana e vegetação sob o conforto térmico em espaços abertos, através de medições e entrevistas in loco na cidade de Pelotas. Em um segundo momento, os ambientes serão modelados computacionalmente e os dados de simulação serão calibrados com os dados de medições in loco. Serão então propostas alterações nos ambientes analisados e serão simulados os resultados sobre o conforto térmico nestes espaços, comparando-os aos resultados do caso existente (caso base). A terceira e última fase fará uma análise da influência dos cenários testados sobre o conforto térmico no interior de edificações, através do processo de simulação denominado coupled simulation (simulação casada).

Objetivo Geral

Dando continuidade ao trabalho desenvolvido na Tese de Doutorado da proponente, onde o método foi parcialmente aplicado para o estudo das coberturas vegetadas, o objetivo geral da pesquisa é investigar a influência de diferentes combinações de morfologia urbana e vegetação sob o conforto térmico em espaços abertos na cidade de Pelotas. A pesquisa tem como objetivos específicos: Identificar, dentre as estratégias avaliadas, aquelas como o maior potencial de contribuição para o conforto térmico no interior das edificações em Pelotas-RS; Selecionar as alternativas que melhor atendam, de forma simultânea, as demandas por conforto térmico em espaços abertos e ambientes internos em Pelotas, para as situações de inverno e verão; Discutir as potencialidades e limitações do método para as simulações computacionais.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
DARA ELISA DOS SANTOS BANDEIRA2001/08/201931/07/2020
EDUARDO GRALA DA CUNHA222/04/201919/04/2021
LUÍSA ALCANTARA ROSA422/04/201919/04/2021

Página gerada em 22/01/2020 15:52:02 (consulta levou 0.079594s)