Nome do Projeto
Análises de solo, plantas e resíduos orgânicos
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
05/09/2016 - 30/04/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias
Eixo Temático (Principal - Afim)
Meio ambiente / Meio ambiente
Linha de Extensão
Desenvolvimento regional
Resumo
O projeto será realizado no Departamento de Solos da Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel da UFPEL e consiste em prestação de serviços em fluxo contínuo de análises para produtores ruais, técnicos, extensionistas, alunos graduação e Pós graduação, professores e pesquisadores, órgãos públicos,etc principalmente da região Sul do RS. As análises disponibilizadas serão para avaliação nos solos agrícolas dos seguintes atributos: - Químicos (pH, índice SMP, matéria orgânica, P, K, Ca, Mg, Al, Na, CTC, Fe, Cu, Zn , Mo, B. CTC, Saturação Bases e Saturação alumínio); - Físicos (granulometria -% argila, %silte e %areia) - Biológicos (macro e meso fauna edáfica, contagem de bactérias, fungos e actinomicetos, biomassa microbiana no solo, carbono microbiano do solo. Também serão oferecidas análises químicas de plantas (macro e micronutrirentes), análises de resíduos orgânicos ( pH, %umidade, % de carbono, relação C/N e macro e micronutrientes e análise química e microbiológica de água. Adicionalmente, quando solicitado será prestado serviço de orientação aos usuários quanto à interpretação dos resultados, correção da acidez e adubação de culturas.
Relevância para a Sociedade
Oportunizar à comunidade da Região Sul do Estado (agricultores, técnicos agrícolas, extensionistas, alunos de graduação e pós graduação, pesquisadores, cooperativas, agroindústrias, prefeituras, etc...) realizarem um diagnóstico preciso das principais características químicas, físicas e biológicas dos solos, análise de plantas e de resíduos orgânicos. Os resultados das análises possibilita planejar um uso agrícola mais racional do solo e as práticas de manejo do mesmo como adubação e calagem adequadas, de modo a preservar o solo e o meio ambiente. Com esta prestação de serviço atendemos também uma demanda por análises cujos laudos técnicos são exigidos dos produtores rurais pelos Bancos para concessão de financiamento agrícola e contratação de seguro agrícola.

Objetivo Geral

Prestação de serviços de análises que permitam diagnosticar os principais atributos químicos, físicos e biológicos dos solos da região Sul do RS; avaliar o estado nutricional das plantas e caracterizar composição de resíduos orgânicos potencialmente utilizáveis na agricultura, avaliar a qualidade química e microbiológica de águas. Os resultados das análises objetivam fornecer informações e subsídios aos produtores rurais e técnicos que os assistem para tomada de decisão sobre uso e manejo adequado dos solos agrícolas (correção acidez, adubação) de modo a realizarem uma agricultura sustentável que preserve o recurso solo e o meio ambiente.

Justificativa

Para um planejamento racional do uso do solo e para definições de técnicas de manejo prioritárias à sua conservação, numa visão de agricultura moderna e ao mesmo tempo sustentável, torna-se imprescindível o conhecimento dos atributos químicos físicos e biológicos do solo. Os Laboratórios de Análise de Solos do departamento de Solos da FAEM /UFPel atendem esses objetivos, oportunizando à comunidade da Região Sul do Estado (agricultores, técnicos agrícolas, extensionistas, alunos de graduação e pós graduação, pesquisadores, cooperativas, agroindústrias, prefeituras, etc...) realizarem um diagnóstico preciso das principais características químicas, físicas e biológicas dos solos. A partir dos resultados das análises é possível planejar um uso agrícola mais racional do solo e as práticas de manejo, de adubação e calagem adequadas, de modo a preservar o solo e o meio ambiente. A análise granulométrica (% argila, %silte e %areia) indica a maior ou menor sucetibilidade do solo à seca e é uma exigência dos Bancos para contratação de financiamento agrícola e de seguro agrícola. As análises de plantas possibilitam o acompanhamento das práticas de adubação utilizadas pois permitem avaliar o estado nutricional de plantas. As análises de resíduos orgânicos caracterizam a composição química dos mesmos, permitindo selecionar o que pode ser utilizado na agricultura e calcular a quantidade dos mesmos a ser aplicada, evitando o uso indiscriminado que pode ocasionar contaminações de solos e dos mananciais hídricos.

Metodologia

No presente projeto serão executadas as etapas:
a) Orientação dos usuários para procedimento correto de amostragem do solo ou de plantas em função das análises a serem executadas.
b) Recebimento, registro (protocolo) e preparo de amostras de solo, plantas ou resíduos (secagem em estufa e moagem) para realização das análises.
c) Execução dos seguintes tipos de análises:
- Análise química de Solo: pH, índice SMP, matéria orgânica, P, K, Ca, Mg, Al, Na, CTC, Fe, Cu, Zn , Mo e B. Cálculo de CTC, Saturação Bases e Saturação alumínio
- Análise físicas de solo: granulometria (% argila, silte e areia)
- Análise biológicas e microbiológicas do solo: avaliação fauna edáfica (contagem e caracterização); contagem de bactérias, fungos e actinomicetos em água, solo ou resíduo orgânico; avaliação da atividade microbiana no solo; avaliação da biomassa microbiana (carbono microbiano)
- Análise de plantas: macro e micronutrientes (N, P, K, Ca, Mg, S, Cu, Fe, Zn, Mn, B)
- Análises de resíduo ou composto orgânico: %Carbono, %Umidade, pH , teor macronutrintes (N, P, K, Ca e Mg, S) e micronutrientes (Fe, Zn, Cu , Mn , Na e B), relação C/N.
- Análise quimica e microbiológica em água: pH, condutividade elétrica, NH4, NO3, Na, K, Ca, Mg, coliformes totais e coliformes fecais em água.
d) Atendimento e orientação aos usuários por Professores do DS/FAEM, para interpretação dos resultados das análises e para uma eficiente correção da acidez do solo, adubação das culturas, e utilização de resíduos na agricultura.

Indicadores e Metas

Ao final de cada ano, será contabilizado a demanda do serviço através do número de pessoas atendidas e de análises executadas, além da qualidade das análises . O departamento de Solos participa de programas inter laboratoriais de controle de qualidade. Para as análises de solos participação no Programa de Qualidade da Rede oficial de Laboratórios de Análise de Solos do RS e SC (ROLAS) e para análise de plantas no Programa Inter laboratorial de Análise de tecido vegetal da ESALQ-USP. Um bom conceito obtido nestes programas (acima de 80 % exatidão e 80% de precisão nas análises efetuadas durante o ano, permitem que no ano seguinte seja adicionado ao laude de resultados um selo de controle de qualidade. Estima-se uma média anual de 4.000 amostras para análises químicas de solos e........ para análises físicas; 1500 análises de plantas e/ou resíduos orgânicos em menor número das demais análises (biológicas, microbiológicas e água)

Resultados Esperados

Atingir o número de usuário e de análises previstas anualmente nas metas e obter conceito máximo na avaliações anuais de qualidade de análises feitas nos laboratórios pelos Programas de Controle de Qualidade (ROLAS e da ESAL-USP).

Indicadores, Metas e Resultados

Ao final de cada ano, será contabilizado a demanda do serviço através do número de pessoas atendidas e de análises executadas, além da qualidade das análises . O departamento de Solos participa de programas inter laboratoriais de controle de qualidade. Para as análises de solos participação no Programa de Qualidade da Rede oficial de Laboratórios de Análise de Solos do RS e SC (ROLAS) e para análise de plantas no Programa Inter laboratorial de Análise de tecido vegetal da ESALQ-USP. Um bom conceito obtido nestes programas (acima de 80 % exatidão e 80% de precisão nas análises efetuadas durante o ano, permitem que no ano seguinte seja adicionado ao laude de resultados um selo de controle de qualidade. Estima-se uma média anual de 4.000 amostras para análises químicas de solos e........ para análises físicas; 1500 análises de plantas e/ou resíduos orgânicos em menor número das demais análises (biológicas, microbiológicas e água) Atingir o número de usuário e de análises previstas anualmente nas metas e obter conceito máximo na avaliações anuais de qualidade de análises feitas nos laboratórios pelos Programas de Controle de Qualidade (ROLAS e da ESAL-USP).

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ADÃO PAGANI JÚNIOR
BEATRIZ BRUNO DO NASCIMENTO
DANILO DUFECH CASTILHOS6
ELIANA APARECIDA CADONÁ
ELOY ANTONIO PAULETTO2
EZEQUIEL HELBIG PASA
FILIPE SELAU CARLOS
FLAVIA FONTANA FERNANDES3
JEFERSON DIEGO LEIDEMER
LARISSA HERTER CENTENO
LEANDRO PETER DA CRUZ37
LEDEMAR CARLOS VAHL6
LUCAS DA SILVA BARBOSA
LUCAS FURTADO DE OLIVEIRA
LUIZ FERNANDO SPINELLI PINTO3
MATEUS WACHOLZ THIEL
MAURICIO SILVA DE OLIVEIRA
NOEMI MARIA LUNKES37
PABLO MIGUEL3
PAULO LUIS DA LUZ ANTUNES
RENATA PEIXOTO EID5
ROSA MARIA VARGAS CASTILHOS10
ROSANE MARIA MORALES GUIDOTTI37
ROSIMERI DAMASCENO TRECHA37
SERGIO LUIS FONSECA MACHADO37
STEFAN DOMINGUES NACHTIGALL
TANIA BEATRIZ GAMBOA ARAUJO MORSELLI3
TANIA HIPOLITO MONTIEL
UILLIAN PEÇANHA MACHADO
UILLIAN PEÇANHA MACHADO

Recursos Arrecadados

FonteValorAdministrador
cobrança pela prestação serviçoR$ 400.000,00Fundação Delfim Mendes da Silveira

Plano de Aplicação de Despesas

DescriçãoValor
Manutenção de máquinas e equipamentosR$ 67.272,98
Adequação do espaçoR$ 4.000,00
Despesa administrativa da fundação de apoioR$ 33.247,44
Outros serviçosR$ 6.000,00
Passagens e despesas com locomoçãoR$ 3.362,81
Despesas com diáriasR$ 6.500,00
Material de expedienteR$ 6.162,00
Material de laboratórioR$ 39.531,57
Material de manutenção de máquinas e equipamentosR$ 26.368,20
Material de limpezaR$ 555,00
Combustíveis e lubrificantesR$ 7.000,00
Equipamentos e material permanente (móveis, máquinas, livros, aparelhos etc.)R$ 200.000,00

Página gerada em 18/10/2019 09:04:12 (consulta levou 0.133460s)