Nome do Projeto
Projeto de Extensão “Grupo MovimentAÇÃO”
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
16/05/2018 - 14/05/2023
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Eixo Temático (Principal - Afim)
Saúde / Educação
Linha de Extensão
Saúde humana
Resumo
O Projeto de Extensão “Grupo MovimentAÇÃO” visa atender a demanda de pessoas com Doença de Parkinson que são assistidos na Unidade Cuidativa da UFPEL e capacitar acadêmicos da área de Terapia Ocupacional a atuar de forma multiprofissional com Doenças Neurodegenerativas, com ênfase na Doença de Parkinson. O objetivo é manter e promover a saúde e a qualidade de vida das pessoas com Doença de Parkinson do município de Pelotas. A proposta é realizar um Grupo semanal (chamado de “Grupo MovimentAÇÃO”), por meio das dinâmicas de Atividade Grupal e/ou Grupo de Atividades, com pessoas com Doença de Parkinson (cujas atividades a serem realizadas favoreçam a manutenção de sua independência e autonomia), intervir buscando a manutenção e restabelecimento da saúde e funcionalidade (através de intervenções terapêuticas ocupacionais). Também busca a promoção da inclusão social de pessoas com Doença de Parkinson. Além disso, as ações serão registradas e permitirão a integração com as atividades de ensino (através da geração de materiais para ensino) e pesquisa (através da coleta de dados dos prontuários).

Objetivo Geral

Realizar uma Atividade Grupal para atenção à saúde e qualidade de vida de pessoas com Doença de Parkinson, com ênfase na atuação da Terapia Ocupacional.

Justificativa

A Doença de Parkinson (DP) é uma doença altamente incapacitante, caracterizada pela presença de sintomas motores, como a bradicinesia e a rigidez muscular, o tremor em repouso e a instabilidade postural; e sintomas não-motores, como o distúrbio do sono, o comprometimento da memória, a depressão e o isolamento social.
O objetivo da Terapia Ocupacional no tratamento de quaisquer doenças progressivamente incapacitantes é o de manter o maior nível de independência e autonomia do paciente.
Esse profissional pode treinar a pessoa em habilidades, tais como força, percepção visual, coordenação, habilidades cognitivas, dentre outras bem como, nas atividades ocupacionais, para as quais apresenta dificuldades, integrando habilidades intactas e deficitárias (ALMEIDA, 2013).
Os benefícios de um grupo de terapia ocupacional para melhora da independência funcional, redução dos sintomas físicos e motores e melhora da qualidade de vida de pessoas com DP foram relatados por Gauthier et al. (1987).
Segundo Maximino (2015), o grupo pode ser entendido como uma “caixa de ressonância”, pois as singularidades são vividas dentro de uma trama grupal, no qual cada elemento se torna significativo para o outro.
Para Benetton (2010) há 2 tipos de dinâmica de Grupo, ligados diretamente ao uso das atividades: a Atividade Grupal, onde os pacientes fazem uma única atividade em conjunto e o terapeuta mantém o grupo nessa relação de trabalho em equipe; e o Grupo de Atividades, em que cada paciente faz a sua atividade e mantêm com o terapeuta uma relação individual.
Assim, este projeto visa atender, por meio do Grupo (mais especificamente, da Atividade Grupal) Pessoas com Doença de Parkinson do município de Pelotas e que são assistidas na Unidade Cuidativa, além de capacitar acadêmicos da Terapia Ocupacional para organizar ações que promovam saúde e qualidade de vida às pessoas com diagnóstico de uma doença neurodegenerativa (a Doença de Parkinson).

Metodologia

Os encontros de preparação terão caráter teórico-expositivo, formato de seminários ou de discussão de casos clínicos. Nesses encontros os acadêmicos serão capacitados para aprofundar teoricamente a temática “Doença de Parkinson”, incluindo o público mais atingido, os sinais e sintomas (motores e não-motores mais prevalentes). A execução do projeto será realizada na Unidade Cuidativa da UFPEL, onde os acadêmicos realizarão o Grupo MovimentAÇÃO (através da dinâmica atividade grupal). A intervenção terá início com uma investigação de prontuário de cada pessoa com Doença de Parkinson assistida na Unidade Cuidativa, seguida do contato pessoal e/ou telefônico para convidá-los ao primeiro encontro do Grupo. No primeiro encontro será feita uma avaliação de qualidade de vida (aplicação do instrumento WHOQOL-brief), e uma roda de conversa para levantar as demandas do grupo. Será estabelecido com o grupo um Plano de Ação (onde serão definidos os encontros semanais, que acontecerão às quartas-feiras, das 14h às 15h). Em cada encontro do Grupo MovimentAÇÃO será proposto uma Atividade Grupal. As atividades propostas serão pré-selecionadas pelos alunos e coordenadoras do projeto. Cada participante terá um prontuário, que conterá as informações referentes à qualidade de vida do participante e o diário de campo contendo as observações individuais do participante feitas pelos alunos durante a dinâmica de Grupo. Ocorrerão (re)avaliações periódicas da qualidade de vida dos participantes. Os acadêmicos serão estimulados a realizar relatos de casos, artigos de extensão e outros trabalhos científicos referentes à atividade do projeto.

Indicadores, Metas e Resultados

Indicadores:
Número de pessoas com Doença de Parkinson assistidas na Unidade Cuidativa da UFPEL por ano.
Número de pessoas com Doença de Parkinson que participaram do grupo ativamente por ano.
Número de pessoas com Doença de Parkinson com acompanhamento multiprofissional na Unidade Cuidativa por ano.
Número de Grupos realizados por ano.
Metas:
O projeto tem como meta atender 90% das pessoas com Doença de Parkinson que são assistidas na Unidade Cuidativa da UFPEL até o final da vigência. Realizar pelo menos 35 encontros (com proposta de Grupo). Espera-se um aumento da qualidade de vida e da inclusão social de 90% dos participantes do Grupo.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AMANDA DA SILVEIRA RIBEIRO
ANDRESSA DALLE NOGARE PIRES
ANDRÉA GONÇALVES BRANDÃO1
FERNANDA CAPELLA RUGNO4
GIOVANNA VALENTE MENDES
GISIANE DE SOUZA CARVALHO
MARCOS EDUARDO DOS SANTOS HACKBART
MARIANA GOMES RIBEIRO
NATALIE FONSECA PEREIRA
PRÍNCIPE NICOLAI ROLDAN FRANCIA
RENA ESLABAO BARTEL

Página gerada em 27/06/2022 23:56:46 (consulta levou 0.078100s)