Nome do Projeto
Estratégias de Tradução do Conhecimento na promoção e apoio ao aleitamento materno
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
06/08/2018 - 30/12/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Eixo Temático (Principal - Afim)
Saúde / Saúde
Linha de Extensão
Saúde humana
Resumo
O projeto pretende promover a evidência de boas práticas em aleitamento materno, voltadas para a comunidade, gestores, profissionais de saúde, acadêmicos de cursos da saúde e pesquisadores. Será desenvolvido usando a abordagem de tradução do conhecimento, com o intuito de aproximar a pesquisa da prática clínica. As estratégias de tradução do conhecimento serão utilizadas nos diversos cenários, envolvendo a atenção pré-natal, grupos de gestantes e puérperas, capacitação de profissionais de saúde numa perspectiva de trabalho colaborativo. Guiado pelo modelo do Ciclo do Conhecimento à Ação (Graham, 2006), iniciaremos a proposta com a adaptação do conhecimento ao contexto local, a identificação das lacunas entre o saber e fazer, revisar o melhor conhecimento disponível, identificar as barreiras e facilitadores com o objetivo de estabelecer com êxito o processo de amamentação.

Objetivo Geral

Promover a implementação da evidência científica relacionada ao processo de lactação nos contextos de atenção básica e nível hospitalar através de estratégias de tradução do conhecimento, com o objetivo de aprimorar o manejo clínico da lactação no espectro de atividades decorrentes da identificação de problemas e dificuldades decorrentes do início do processo.

Justificativa

Apesar da vasta literatura relacionada ao aleitamento materno ainda persistem lacunas entre o que se sabe e o que se faz com o objetivo de incremento nas taxas de amamentação. As gestantes e puérperas necessitam de apoio para que possam ter êxito no processo de lactação. Os profissionais de saúde precisam adquirir e desenvolver habilidades para apoiar gestantes e puérperas neste processo. A comunidade precisa estar conscientizada acerca dos benefícios da amamentação em crianças até os dois anos de idade. A amamentação também pode reduzir a dor em procedimentos menores como punções venosas, lancetagem do calcâneo e imunizações em crianças com até um ano de idade.

Metodologia

Aplicação de questionário para identificar os dados de base (atenção básica e hospitalar), elaboração de material educativo, grupos de discussão e palestras, uso de vídeos para disseminar a evidência, aplicação de pré e pós-teste junto aos profissionais de saúde, monitoramento através de instrumento elaborado para avaliar os resultados.

Indicadores, Metas e Resultados

- Satisfação e empoderamento das gestantes frente ao processo de amamentação.
- Incremento nas habilidades de apoio e incentivo do processo de lactação por parte dos profissionais de saúde.
- Avaliação das taxas de amamentação comparadas com o início da internvenção nas Unidades Básicas de Saúde, aos três e seis meses de idade.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA CLAUDIA GARCIA VIEIRA4
ANA LUISA ORIO
CARLA JOSIELE ISLABÃO MAILAN
CAROLINE RAMOS ROSADO
CHAIANE KÍMBERLI SOARES RIBEIRO
DEIZI JACOBSEN DE AZEVEDO
EDUARDA ROSADO SOARES
HELLEN DOS SANTOS SAMPAIO
IOLANDA VALERIA FERNANDES TAVARES
JULIANE PORTELLA RIBEIRO4
JULIENE DA COSTA NUNES
JÉSSICA MORÉ PAULETTI
KASSIA GUEDES DOS SANTOS FONSECA
NATHALIA DE SOUZA PINHEIRO
RAQUEL DIAS VIEIRA
SABRINA RIBEIRO FARIAS
TATIANE MACHADO DA SILVA SOARES2
THANISE SILVA IEQUE
YASMIN SALDANHA GENEROSO

Página gerada em 12/11/2019 11:30:52 (consulta levou 0.095755s)