Nome do Projeto
Leituras de almanaque no Rio Grande do sul: Koseritz' deutscher Volkskalender für die Provinz Rio Grande do Sul (1874-1890)
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
01/04/2017 - 01/04/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes
Eixo Temático (Principal - Afim)
Cultura / Comunicação
Linha de Extensão
Divulgação científica e tecnológica
Resumo
O projeto Leituras de Almanaque no Rio Grande do Sul: Koseritz' deutscher Volkskalender für die Provinz Rio Grande do Sul centra-se no Koseritz' deutscher Volkskalender für die Provinz Rio Grande do Sul [Almanaque Popular de Koseritz para a Província do Rio Grande do Sul], almanaque em língua alemã editado, anualmente em Porto Alegre, em sua primeira fase, para os anos de 1874 a 1890, pelo jornalista Carl von Koseritz, visando à escrita de um livro sobre a história e constituição desse periódico.

Objetivo Geral

Escrever um livro (por parte da proponente do projeto) acerca do Koseritz' deutscher Volkskalender, a partir da sua materialidade, constituição interna, colaboradores, comunidade ledora, sua recepção, posicionamento no mercado editorial, temáticas e gêneros recorrentes em suas páginas. Por meio da escrita desse livro, almeja-se produzir e divulgar a um público mais amplo conhecimentos científicos acerca do passado da imigração alemã no sul do Brasil, especialmente no que tange aos meios de comunicação criados por imigrantes aqui radicados, aos temas em voga na época e à história dos livros e da leitura desse grupo. trata-se também da divulgação de resultados de pesquisas efetuadas na UFPel, visto que os dados para o livro foram coletados durante a execução do projeto de pesquisa "Intelectuais, identidade e cultura em Karl von Koseritz (1830-1890), código no COCEPE 7.05.03.005, finalizado em janeiro de 2016.

Justificativa

A escrita do livro e sua posterior publicação constituem uma forma de fazer circular o conhecimento produzido na UFPel a um público mais amplo. A análise do Koseritz' deutscher Volkskalender für die Provinz Rio Grande do Sul é relevante pelo fato de os almanaques [Kalender] publicados em língua alemã no Brasil entre 1850 e 1941 terem atuado como o principal meio de comunicação impresso para os leitores de língua alemã, visto que ofereciam, a preços módicos, uma gama variada de opções de leitura, entre elas matérias de teor educacional, religioso, cultural, político e científico, contos, novelas, poemas, notícias, publicidade e imagens, integrando a história dos livros e da leitura desse grupo. No caso do Koseritz' Kalender, sua relevância ainda se justifica pela sua posição dentro do mercado editorial, pois foi o primeiro de seu gênero inteiramente concebido para os leitores residentes no Rio Grande do Sul, destacando-se na veiculação pioneira de textos literários da literatura de expressão alemã no Brasil, entre eles contos, novelas, e reminiscências, de matérias acerca da teoria evolucionista, de memórias acerca da imigração alemã e de estudos culturais e econômicos.

Metodologia

a escrita do livro baseia-se em um trabalho eminentemente bibliográfico que toma como fonte principal o Koseritz' deutscher Volkskalender para os anos de 1874 a 1890. A organização escrita do livro pautam-se pelas considerações de Tania de Luca (2014) acerca da utilização da imprensa para a produção de conhecimento acerca do passado, levando-se em conta a materialidade do almanaque, estruturação e divisão de seu conteúdo, temáticas recorrentes, relações com o mercado editorial, publicidade e público leitor, editor e política editorial, colaboradores e ligações com diferentes poderes e interesses financeiros, aspectos esses que serão aprofundados com o auxílio da bibliografia especializada. Uma parte dessa fonte foi coletada e sistematizada por ocasião da execução do mencionado projeto de pesquisa. Esse material será retrabalhado e elaborado, adotando-se em cada capítulo uma redação que misture narrativa, descrição e análise, de modo a compor a seguinte estrutura do livro: a) capa com título e autoria; b) dedicatória; c) introdução que levará em conta as especificidades do almanaque; d) capítulos organizados a partir de temáticas recorrentes ao longo de seu período de circulação, entre eles ciências, religiosidades, língua alemã e literatura de expressão alemã, perfis biográficos, memórias da imigração, identidades, redes de comércio, manufaturas e prestação de serviços, assim inicialmente denominados; e) conclusão; f) referências bibliográficas. a inclusão de imagens dependerá do orçamento apresentado pela editora para esse tipo de impressão.

Indicadores, Metas e Resultados

Escrever e publicar um livro sobre o Koseritz' Kalender, que, numa primeira projeção, terá de 200 a 300 páginas ou mais, conforme o rendimento das fontes. O livro será disponibilizado em livrarias e uma parte será doada a escolas, universidades, acervos, bibliotecas e centros de pesquisa no Brasil e no exterior voltados ao estudo dos processos imigratórios na América do Sul ou relacionados à imigração alemã no Rio Grande do Sul.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
IMGART GRUTZMANN12
MATEUS KLUMB

Página gerada em 17/08/2022 13:31:55 (consulta levou 0.068448s)