Nome do Projeto
Meninas na ciência: o uso de temas motivadores para atrair novos talentos para a química
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
30/04/2019 - 30/06/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Exatas e da Terra
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Tecnologia e Produção
Linha de Extensão
Metodologias e estratégias de ensino/aprendizagem
Resumo
Tendo em vista que a área de química ainda é pouco atrativa para as mulheres ou meninas que buscam continuar sua formação na graduação, bem como na pós-graduação, quando comparada a outras áreas, como as ciências sociais e humanas, diversos diagnósticos vêm sendo feitos mundialmente para verificar as principais discrepâncias existentes na tentativa de se criar políticas para a resolução deste problema. Além disso, diversos estudos vêm discutindo que esse quadro pode ser modificado através da abordagem da ciência como uma possibilidade profissional desde a infância, visando minimizar os estereótipos construídos ao longo da vida. Ainda, é importante mencionar que o ensino de disciplinas na área das ciências exatas, como a química, ainda é um problema no ensino básico, uma vez que os alunos geralmente apresentam grande dificuldade na aprendizagem de conceitos inerentes a essas disciplinas. Isso está associado principalmente à forma como os conceitos são abordados, o que geralmente ocorre de forma teórica e sem nenhuma correlação com o cotidiano dos alunos. Desta forma, a maioria dos discentes não é capaz de perceber o importante papel das ciências, o que inclui a química, no desenvolvimento da humanidade, bem como no entendimento dos fenômenos e das propriedades dos materiais que nos cercam. Assim, a falta de contextualização dos professores, e muitas vezes a falta de preparo destes para o ensino de disciplinas na área de ciências exatas, acaba ocasionando o desinteresse dos alunos. Embora tenhamos experiência na atuação em escolas de ensino médio, a qual é proveniente do desenvolvimento do projeto PICMEL (EDITAL FAPERGS 03/2014 – Obtenção de biodiesel a partir de óleo comestível residual: uma ação de caráter ambiental aplicada para a motivação educacional), nesta proposta, optamos por desenvolver atividades em uma escola de ensino fundamental. A escola na qual as atividades serão desenvolvidas fica a aproximadamente 1 km de distância do Campus Capão do Leão (Universidade Federal de Pelotas – UFPel), o que provavelmente facilitará a interação entre a Universidade e a escola.

Objetivo Geral

Estimular alunas da educação básica à construção de conhecimento científico na área de química, a partir da utilização de temas atuais diretamente vinculados ao cotidiano das discentes e da interação entre a pesquisa científica e o ensino em sala de aula, instigando a sua vocação científica e incentivando os seus talentos potenciais.

Justificativa

Segundo o relatório IV Pesquisa do Perfil Socioeconômico e Cultural dos Estudantes de Graduação, da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), ao observar a distribuição de homens e mulheres nas áreas de Engenharia e Ciências Exatas e da Terra, a presença feminina corresponde a aproximadamente 34% dos estudantes. Enquanto que para áreas como Ciências da Saúde e Linguística, Letras e Artes o cenário é completamente inverso, em que as mulheres representam cerca de 65% dos estudantes.
Possivelmente, esse cenário se configura desta forma devido a uma rede complexa de fatores. Pode-se citar, dentre muitos outros, a histórica designação do papel social da mulher aos afazeres domésticos que, mesmo com a inserção de mulheres no mercado de trabalho, ainda gera reflexos na dinâmica social, gerando um fluxo das estudantes do sexo feminino para cursos de graduação relacionados a saúde e educação.
Soma-se a isso a falta de estímulo, tanto em casa quanto na escola, tendo em vista que desde os brinquedos destinados para as meninas apresentam tipos de estímulos diferentes daqueles destinados para os meninos. Além disso, os discursos discriminatórios são perpetuados nos âmbitos familiar e escolar, e a falta de representatividade em setores importantes da sociedade ainda é uma realidade. Diante disso, a maioria das meninas não consegue visualizar a sua própria presença em certas áreas do conhecimento, uma vez que o número de mulheres que atuam nessas áreas é escasso e elas são, de forma geral, menos reconhecidas que os homens.
Nesse sentido, destaca-se a importância do desenvolvimento de projetos que oportunizem a interação de jovens meninas em idade escolar com a área das ciências exatas como um todo (teoria e prática), a fim de possibilitar, não somente o contato, mas também o ingresso dessas estudantes no universo científico. É importante que tais projetos reconheçam a atuação de mulheres na área, e que propiciem o empoderamento das estudantes participantes quanto a sua capacidade e poder de escolha.
No que diz respeito ao âmbito educacional, a utilização de temas motivadores em aulas de ensino fundamental traz maiores estímulos para a troca de conhecimento entre professores e alunos. Aliado a isto, o uso de atividades práticas capazes de estabelecer relações entre os conteúdos didáticos e temas vinculados ao cotidiano dos alunos, além de enriquecer a construção do conhecimento, é capaz de despertar nos discentes o interesse pela pesquisa. Ainda, cabe destacar que o envolvimento dos professores da educação básica nestas atividades pode trazer diversos benefícios não somente para os alunos, mas também para os professores que podem ser estimulados a continuarem sua qualificação profissional.
Neste sentido, esta interação irá demonstrar para as alunas que o desenvolvimento científico está ao alcance delas e pode ser aperfeiçoado, caso haja interesse na área, em cursos técnicos e/ou superiores.

Metodologia

Inicialmente, a proposta de trabalho visa promover a integração de três alunas e de um professor do ensino fundamental de uma escola pública com a pesquisa científica. Nesta proposta, o pesquisador terá sob sua supervisão um professor de Ensino Fundamental atuante em uma escola pública, o qual será orientador das alunas selecionadas, interligando, assim, os campos científico e educacional. Além disso, a proposta se caracteriza como uma ação dinâmica, tendo em vista que as alunas da educação básica terão a oportunidade de estarem inseridas em um projeto de pesquisa capaz de lhes fornecer uma visão científica, trabalhando com temas inerentes às questões de ensino e de ciências.
Para a implementação deste projeto, será utilizada a estrutura existente na escola para a execução das aulas práticas, e o professor e as alunas selecionados receberão treinamento nos laboratórios da UFPel coordenados pela proponente. Ainda cabe salientar que a proponente e os colaboradores promoverão discussões sobre os conteúdos de química geral relacionados ao tema. Dessa forma, tendo em vista que no último ano do ensino fundamental são abordados aspectos de física e química ao longo da disciplina de Ciências, as atividades propostas poderão dar suporte às atividades de ensino e estimular o interesse das estudantes pela área.
Os alunos de pós-graduação, que fazem parte da equipe, também terão a oportunidade de auxiliar nas atividades, aprimorando assim seus conhecimentos e habilidades para atividades de ensino. Além disso, toda a equipe estará envolvida em preparar material didático e palestras para envolver as instituições nas atividades de pesquisa e de ensino.
Assim, o desenvolvimento deste projeto estará atrelado à realização de atividades que viabilizem a construção de conhecimentos relacionados à química na esfera da educação básica de Química, mostrando a sua importância como ciência, bem como no nosso cotidiano. Assim, propõem-se alterações na forma de introduzir os conteúdos didáticos em sala de aula, por aproximação dos fundamentos teóricos com a prática e com temas atuais, bem como pela promoção de atividades interdisciplinares e dinâmicas ao longo do processo de ensino, incentivando o interesse das alunas para o ingresso em cursos técnicos e/ou superiores na área de ciências exatas.
Também, visa-se a promoção de feiras abertas à comunidade, que demonstrem para os demais alunos, professores e moradores locais como a ciência está presente no dia a dia. Além disso, tendo em vista a proximidade da escola com a instituição (UFPel), alunos e professores de outros cursos da instituição poderão comparecer às feiras e conhecer o projeto que está sendo desenvolvido.

Indicadores, Metas e Resultados

Com o desenvolvimento deste projeto objetiva-se uma maior integração entre a pesquisa científica e a educação básica, com consequente motivação das alunas para a vocação científica e descoberta de talentos potenciais nas áreas de ciências exatas, como a química. Adicionalmente, espera-se que ocorra uma maior aproximação entre conceitos teóricos e práticos durante as aulas de ciências no ensino fundamental, além da elucidação da importância e da aplicação das ciências exatas no cotidiano das alunas. Cabe ainda ressaltar que também se almeja a apresentação e publicação dos resultados obtidos durante o desenvolvimento deste projeto em congressos, contribuindo para a qualificação científica das alunas de ensino básico.
Como indicadores para acompanhamento do projeto, podem ser mencionadas a submissão de material para publicação, a evolução no aprendizado dos alunos, bem como o índice de satisfação do proponente, colaboradores e bolsistas. Esses indicadores podem ser acompanhados por meio de relatórios trimestrais elaborados em conjunto com a equipe executora, e pela aplicação de questionários para avaliação das atividades em sala de aula.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
FERNANDA PITT BALBINOT
FILIPE SOARES RONDAN
MARCIA FOSTER MESKO4
PRISCILA TESSMER SCAGLIONI
ÁLISSON ALINE DA SILVA

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CNPq / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e TecnológicoR$ 20.000,00Coordenador

Plano de Aplicação de Despesas

DescriçãoValor
BolsasR$ 15.000,00
Material de laboratórioR$ 3.000,00
Equipamentos e material permanente (móveis, máquinas, livros, aparelhos etc.)R$ 2.000,00

Página gerada em 19/07/2019 15:55:12 (consulta levou 0.068289s)