Nome do Projeto
Educação em saúde e hábitos de higiene na infância em instituições públicas.
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
04/12/2019 - 29/01/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Eixo Temático (Principal - Afim)
Saúde / Educação
Linha de Extensão
Saúde humana
Resumo
A educação em saúde e hábitos de higiene é uma ferramenta eficaz na promoção de saúde da criança. Ações educativas utilizando elementos lúdicos são valiosos instrumentos na construção de bons hábitos de higiene e na prevenção de contágio de doenças infecto contagiosas muito frequentes em pediatria. As crianças institucionalizadas são especialmente suscetíveis a doenças infecto contagiosas e patologias associadas a maus hábitos de higiene; além disso, muitas vezes, carecem de orientações sobre hábitos saudáveis, de higiene e cuidados em saúde.

Objetivo Geral

Desenvolver um trabalho educativo com crianças institucionalizadas em abrigos mantidos pela Prefeitura Municipal de Pelotas, com o intuito de orientar quanto a hábitos de higiene, alimentação saudável e contágio de doenças infecto contagiosas e consequentemente contribuir com a formação de indivíduos mais saudáveis.

Justificativa

A educação em saúde é uma ferramenta acessível, de baixo custo e eficaz. As ações de educação em saúde na infância ampliam conhecimentos e habilidades para o autocuidado e bem-estar da saúde, bem como na prevenção de condutas de risco e de contágio de doenças infecto contagiosas, proporcionando melhor qualidade de vida para as crianças. Crianças institucionalizadas estão em maior risco para o desenvolvimento de doenças infecto contagiosas e suas consequências.

Metodologia

Serão realizadas duas oficinas, com intervalo semanal, em quatro instituições abrangidas pelo projeto (Abrigo Esperança, Abrigo Aquarela, Abrigo Arco Iris e Família Acolhedora). Os abrigos serão previamente contactados, sendo solicitada a permissão para as oficinas. Nas oficinas, a educação em hábitos de higiene saúde (lavagem das mãos, cuidados com higiene corporal e bucal, alimentação saudável, importância da água, atividade física, formas de contágio de pediculose, escabiose e de infecção aguda das vias aéreas superiores) será abordada de forma lúdica utilizando posters, músicas e histórias. As atividades serão desenvolvidas por estudantes voluntários do curso de medicina, previamente capacitados para tal.

Indicadores, Metas e Resultados

Após as oficinas será realizada uma reunião com os cuidadores para retorno do impacto da intervenção no comportamento das crianças. Esperamos que as oficinas contribuam na construção de conceitos de higiene, boa saúde e prevenção de doenças.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AMANDA DOS REIS RIBEIRO
CRISTIANE HALLAL DA SILVA12
FERNANDA FONTANA6
GISELE NUNES LOPES
GUSTAVO BASILIO CARDOSO
LUIGI FELIPE MACIEL BALESTRIN
MARIA MANUELA SOUSA ALBUQUERQUE VALENTE6
TALITA VERONEZE PRATTI

Página gerada em 23/06/2021 09:25:16 (consulta levou 0.068061s)