Nome do Projeto
Correpetição em Prática
Ênfase
Ensino
Data inicial - Data final
20/04/2020 - 15/12/2023
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes
Resumo
Projeto envolvendo o ensino e engajamento de acadêmicos pianistas da UFPel e comunidade na colaboração com discentes dos cursos de música da universidade.

Objetivo Geral

O projeto tem dois objetivos fundamentais: capacitar pianistas para exercerem a atividade de correpetição com qualidade e profissionalismo, e oportunizar o atendimento das demandas por correpetição do Centro de Artes da UFPEL.

Justificativa

Os cursos de bacharelado em música da UFPel, mais notadamente as linhas de formação em canto, violino e flauta transversal, têm demandado a atuação colaborativa de pianistas na formação individual de seus discentes. A demanda tem se feito presente de forma mais explicita nas disciplinas Seminário de Canto/Instrumento, visto que é este o fórum onde os alunos apresentam os resultados parciais de seus projetos individuais de performance. Além dos Seminários, os Projetos Pedagógicos destes cursos prevêem recitais de meio e final de curso, os quais geralmente envolvem a necessidade de um pianista que colabore com o(a) aluno(a) em questão. Por último, independentemente das demandas que pressupõem a presença de pianistas colaboradores, explicitamente incorporadas aos cursos, a formação cotidiana dos discentes na prática instrumental ou vocal não se faz plena sem a colaboração de pianistas. Assim, este Projeto Unificado de Ensino vem sanar esta demanda, formando e encorajando pianistas discentes, e da comunidade, a atuarem no meio acadêmico.

Metodologia

1. Realização de reunião com os pianistas envolvidos e professores para:
a. Estabelecer e compartilhar horários de classes e aulas semanais, especialmente Seminários;
b. Averiguar disponibilidade dos sujeitos envolvidos;
c. Estabelecer atribuições de tarefas.
2. Após as semanas letivas iniciais, os professores que demandam correpetição apresentam os repertórios pertinentes. Ajustes (eventuais remanejamentos) de pianistas são realizados.
3. É dado início às atividades. Um horário para reuniões pedagógicas é estabelecido e, ao longo do semestre, o coordenador reune os pianistas para orientações técnico-pedagógicas, resolução de problemas, e supervisão geral das atividades. As reuniões podem adquirir regularidade quinzenal ou semanal, conforme necessidade.

Indicadores, Metas e Resultados

Semestralmente ocorrem recitais de meio e final de curso envolvendo discentes dos cursos de música da UFPEL. Estabelecidas pelos acadêmicos dos cursos de violino, flauta transversal e canto (ao menos), estas demandas serão supridas pelos pianistas envolvidos no projeto.

Espera-se que os pianistas efetuem as atividades atribuídas com a devida dedicação e seriedade. É natural e necessário que esses acadêmicos (e colaboradores externos) conheçam suas limitações e trabalhem na melhoria de seus pontos fracos. Assim, a partir das experiências adquiridas, os pianistas devem sair mais capacitados e confiantes para desenvolver a atividade colaborativa. Anseia-se que o projeto fomente o hábito da colaboração entre estudantes, de modo a incentivar vínculos musicais independentes, e estabelecer uma cultura de suporte acadêmico, entre os discentes, às necessidades musicais individuais.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANTONIELLI GONCALVES DUARTE
CARLOS EDUARDO DA SILVA MOREJANO
CRISTINE BELLO GUSE2
FELIPE FRANCA DE ANDRADE JUNQUEIRA
Fernando Crespo Corvisier
Fátima Graça Monteiro Corvisier
GERMANO GASTAL MAYER3
Guilherme Farias de Castro Montenegro
OCTAVIO AMARAL MACHADO
PHELIPE CESAR MORAES LIMA
TAIS IRACEMA MENDONCA DEWULF
THALLES BERNARDO QUEVEDO RIBEIRO
Thiago de Freitas Ferreira Costa
Timothy Eugene Hester

Página gerada em 22/09/2021 01:57:51 (consulta levou 0.963754s)