Nome do Projeto
Fabricação de PCB 2020
Ênfase
Ensino
Data inicial - Data final
01/04/2020 - 31/12/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Engenharias
Resumo
Existem várias teorias que tentam demonstrar como ocorre o processo de aprendizado. Vejamos algumas das teorias a seguir: Segundo a teoria de Vygostky (1987, apud Lampreia, 1999) o aprendizado passa por um papel do social, em que “a formação de conceitos científicos se dá na escola a partir da cooperação entre a criança e o professor que, trabalhando com o aluno, explica, dá informações, questiona, corrige e faz o aluno explicar”. Em outras palavras, o aprendizado de um indivíduo contido em um grupo social irá aprender o que seu grupo produz, ou seja, o conhecimento surge primeiro no grupo e, então é interiorizado pelo indivíduo. Carl Rogers (apud Mogilka, 1999), ao observar o aprendizado experimental, considera que “uma ação pedagógica só é efetivamente democrática quando se baseia no interesse genuíno, na necessidade e na motivação intrínseca do indivíduo”. Assim, de acordo com Rogers, a motivação é um fator essencial para o aprendizado bem-sucedido. Como terceira visão de aprendizado temos a proposta de Paulo Freire que é trazida por Gadotti (1999, apud Albino, 2003). “Educador e educando aprendem juntos numa relação dinâmica, na qual a prática é orientada pela teoria, que reorienta essa prática, num processo de constante aperfeiçoamento”. A ideia trazida por esses três estudiosos do processo de aprendizado se resume em: O trabalho em grupo (o orientador e seus orientados) produz e dissemina o conhecimento no grupo; o interesse do aluno é fundamental no aprendizado; e prática é necessária para o aprendizado, sendo a teoria ligada a essa prática.

Objetivo Geral

Fornecer aos alunos a oportunidade para que eles criem placas de circuito impresso de qualidade superior de forma a aumentar a taxa de sucesso ao desenvolverem atividades curriculares e extracurriculares, aumentando o interesse do aluno pelo curso e pela carreira escolhida e, também, impulsionar pesquisas em diversas áreas dentro da UFPel.
Fornecer espaço e orientação para que os alunos possam desenvolver placas de circuito impresso de qualidade superior.
Nesse espaço, os alunos também poderão compartilhar entre eles seus sucessos e fracassos dos seus trabalhos, permitindo um crescimento coletivo e distribuição do conhecimento.

Justificativa

Os alunos de Engenharia Eletrônica, Engenharia de Controle e Automação e outras engenharias correlatas possuem a necessidade de expressar os assuntos vistos nas disciplinas teóricas para que possam assimilar o conhecimento. Para isso fabrica-se placas de circuito impresso (também conhecidas como PCB – printed circuit board) em trabalhos de disciplinas e/ou para suas próprias experiências caseiras, pois os componentes de eletrônica possuem custo baixo.
Entretanto, o processo de fabricação de PCB caseiro leva a resultados de qualidade muito inferior do processo industrial, o que pode prejudicar o resultado final, decepcionando o projetista. Além do mais, os cursos não oferecem disciplinas voltadas à disposição dos componentes nas placas e nem dos problemas que escolhas malfeitas podem influenciar no sucesso da PCB.
Dessa forma, esse projeto propõe a criação de um ambiente que os alunos/pesquisadores teriam para fabricação de PCB com uma qualidade que se aproxima do processo industrial e orientações para o processe da escolha do posicionamento dos componentes eletrônicos.
Os equipamentos necessários para esse projeto já foram criados pelos alunos e já estão disponível para o uso da comunidade.

Metodologia

A metodologia desse projeto de ensino consiste em orientação dos alunos no desenvolvimento de projetos de placas de circuito impresso e, também, a disponibilização do equipamento necessário para a fabricação das placas.
Dessa forma, esse projeto irá disponibilizar orientadores para sugerir melhor posicionamento dos componentes de eletrônica nas placas, além dos mecanismos para a fabricação das placas de circuito impresso.

Indicadores, Metas e Resultados

Espera-se que com a satisfação da conclusão de seus projetos, e o bom funcionamento deles, os alunos possam visualizar os seus próprios potenciais e aumentar o interesse nos cursos de engenharia, diminuindo, assim, as evasões. Espera-se, também, que esse projeto possa impulsionar outros projetos de ensino, pesquisa e extensão que necessitem de placas de circuito impresso.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
DENIS LEMKE MAASS
JOSÉ CLAUDIONILTON GOMES DA SILVA
LUCIANO ANACKER LESTON4
MARCELO LEMOS ROSSI7
MATEUS BECK FONSECA4

Página gerada em 13/07/2024 12:56:47 (consulta levou 0.216002s)