Nome do Projeto
A importância do bioterismo e da experimentação animal: abordagens didáticas para o curso de medicina veterinária
Ênfase
Ensino
Data inicial - Data final
16/03/2020 - 01/03/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas
Resumo
O projeto de ensino “A importância do bioterismo e da experimentação animal: abordagens didáticas para o curso de medicina veterinária” é um espaço criado para a divulgação de conhecimentos básicos relacionados a esses temas e direcionados principalmente aos alunos da Faculdade de Veterinária da Universidade Federal de Pelotas. O mesmo promove uma reflexão sobre a experimentação animal e o papel do médico veterinário sobre o assunto, tangenciando a esfera da ética e da lei. Em suma, promove um aprimoramento na formação acadêmica dos estudantes do curso de Medicina Veterinária ao trazer informações ainda não abordadas na grade curricular.

Objetivo Geral

Objetivo geral:
Apresentar conhecimentos básicos sobre bioterismo e experimentação animal aos alunos matriculados no curso de medicina veterinária da UFPel, buscando relacioná-los à profissão de médico veterinário e, por consequência, aprimorar a formação acadêmica desses futuros profissionais.

Objetivos específicos:
● Definir o que é um biotério e como o mesmo se classifica;
● Refletir sobre os princípios éticos e a legislação que regem a experimentação animal no Brasil;
● Salientar a necessidade do médico veterinário em pesquisas que usem animais como modelos experimentais;
● Estimular a busca de mais informações sobre a área pelos estudantes;
● Promover um ambiente de debate sobre experimentação animal sobre uma perspectiva cientifica;
● Realizar uma visita ao Biotério Central da UFPel.

Justificativa

Segundo a Resolução 1.178, de 17 de outubro de 2017, do Conselho Federal de Medicina Veterinária, CFMV, a responsabilidade técnica de um biotério é privativa do médico veterinário. Contudo, no curso de medicina veterinária da Universidade Federal de Pelotas há uma carência de componentes curriculares que abordem a experimentação animal e introduza conhecimentos a respeito dos biotérios. Além de prejuízos na sua formação, o futuro médico veterinário fica, muitas vezes, sem conhecer tal área que lhe é ofertada no mercado de trabalho. Isso também leva a um baixo número de especialistas na área. Partindo de tais observações, o trabalho se mostra extremamente relevante, pois traz informações relevantes sobre o tema no que tange a profissão de médico veterinário, especificamente na prática do bioterismo.

Metodologia

Inicialmente será realizada uma revisão bibliográfica sobre o assunto. Esta se fundamentará em leituras de artigos, livros, revistas e sites confiáveis que abordem o assunto. Além disso, será realizada uma entrevista com a médica veterinária Dra. Anelize de Oliveira Campello Felix, responsável técnica pelo Biotério Central da Universidade Federal de Pelotas.
A apresentação dos conhecimentos adquiridos se dará no prédio da Faculdade de Veterinária ou no prédio 29 da Bioquímica/CCQFA com foco principal aos alunos da medicina veterinária através de uma palestra ministrada pelo aluno Wellington da Silva com o auxílio da aluna Dianer Strelow na presença de sua orientadora Cristiani Bortolatto. Após a apresentação, será realizada uma visita ao Biotério Central da UFPel com um número de, no máximo, 15 estudantes sob orientação da médica veterinária responsável técnica da unidade, Dra. Anelize de Oliveira Campello Félix e acompanhamento dos alunos aluno Wellington da Silva e/ou Dianer Strelow e da Professora responsável pelo projeto Cristiani Bortolatto.

Indicadores, Metas e Resultados

Com a implementação do projeto, espera-se que os alunos possam aprender conceitos novos, possam também formar uma opinião mais técnica sobre a experimentação animal e de sua importância, sem interferência de correntes extremistas que disseminam inverdades. Além disso, há expectativa que os mesmos possam demonstram mais interesse na prática do bioterismo, uma vez que terão a oportunidade de aprender o básico sobre o tema. Em suma, espera-se que o aluno adquira os conhecimentos teóricos básicos na área de bioterismo e de experimentação animal para complementação de sua formação curricular.
A avalição se dará através de duas etapas. Na primeira, será aplicado um formulário contendo questões gerais sobre o tema antes da apresentação, a fim de determinar o conhecimento prévio dos alunos. No término da palestra, será aplicado o mesmo formulário, sendo utilizado para comparar com os resultados do primeiro com o objetivo de observar se houve um processo de aprendizado por parte dos mesmos. Após a visita ao biotério, também será aplicado um questionário visando o posicionamento dos alunos quanto à importância do desenvolvimento de tal projeto para o curso de medicina veterinária.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANELIZE DE OLIVEIRA CAMPELLO FELIX1
CRISTIANI FOLHARINI BORTOLATTO4
DIANER NORNBERG STRELOW
LETICIA DEVANTIER KRUGER
TAIS DA SILVA TEIXEIRA RECH
WELLINGTON DA SILVA

Página gerada em 23/06/2021 09:00:43 (consulta levou 0.089046s)