Nome do Projeto
Se Toca: discutindo sexualidade nas escolas
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
06/04/2020 - 05/04/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Eixo Temático (Principal - Afim)
Saúde / Saúde
Linha de Extensão
Infância e adolescência
Resumo
O presente projeto visa acompanhar e orientar adolescentes nas escolas da cidade de Pelotas, buscando esclarecer e construir de forma saudável a expressão da sexualidade. Serão realizados 4 encontros com cada grupo de adolescentes para que temáticas como gênero e sexualidade, gravidez na adolescência, métodos contraceptivos, DSTs entre outros. Dessa forma, as discussões acerca da sexualidade será realizada, oportunizando que tenham experiências de prevenção e de promoção de saúde. Assim, a escola pode contribuir para que a sexualidade seja desenvolvida e exercida responsabilidade, respeitando a si e ao outro.

Objetivo Geral

Orientar e acompanhar os adolescentes para ajudá-los a construir de forma saudável a expressão de sua sexualidade, oportunizando que tenham experiências de prevenção e de promoção de saúde em escolas públicas da cidade de Pelotas.

Justificativa

Os gestores em saúde passam por uma crescente preocupação no que tange ao alto percentual de gravidez indesejada, doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e o consumo de drogas lícitas e ilícitas entre os jovens.
É indispensável que se tenham espaços destinados a discussões e que estas discussões sejam planejadas com intervenções eficazes.
É necessário satisfazer as curiosidades dos adolescentes para que o desejo do saber não se perca, constituindo-se numa frustração que o acompanhará ao longo de sua vida.
O trabalho de orientação sexual dentro da escola torna-se, portanto, estimulador, preventivo e promotor da saúde dos adolescentes no sentido do desenvolvimento saudável de sua sexualidade, ajudando- os a discernir atitudes e conceitos.
Dessa forma, torna-se fundamental constituir um grupo que pense e planeje as formas de intervenção.

Metodologia

Serão realizados encontros com adolescentes nas escolas de Pelotas para discutir e orientar sobre a temática de sexualidade na adolescência. Serão realizados 4 encontros com cada grupo de jovens.
1o Encontro:
Iniciar com a apresentação dos participantes e objetivo do trabalho
Dar aos alunos uma caixa com papeis, para que estes dêem sugestões de assuntos que gostariam que fossem tratados ao longo dos encontros. Ao fim de cada encontro, levaremos os papeis e caso algum assunto não esteja no plano, introduziremos.
DIN MICA DE RELAXAMENTO PARA INICIAR O TRABALHO
1o parte
Introduzi-los ao tema educação sexual e as definições e diferenças entre sexo e sexualidade. Abordar temas acerca do assunto através de uma espécie de roda de conversa de forma dinamizada e didática.
Objetivo: Informar e desmistificar conceitos naturalizados e tabus criados acerca do assunto
2o parte
Dinâmica: Dividir o grande grupo em dois grupos, apresentar figuras das genitais de um homem e de uma mulher. Em uma caixa papeis com os nomes de cada parte apresentada e pedir para que estes nomeiem.
Introduzir o tema anatomia
Tratar assuntos acerca do tema, como: diferenças físicas e anatômicas, desenvolvimento, puberdade e adolescência, menstruação, pelos, nudez, diversidade dos corpos, etc.
3° parte: Encerramento: Discussão, feedback
2o Encontro:
Apresentar de forma expositiva os temas: DST’s, gravidez na adolescência e métodos contraceptivos.
Objetivos: Levar informações acerca dos assuntos conscientizá-los sobre os perigos da relação sexual sem proteção e das conseqüências de uma gravidez precoce e indesejada.
Dinâmica: Ensinando a colocar a camisinha masculina e feminina
3o Encontro:
Introduzir o tema gênero e sexualidade através de uma roda de conversa
Tratar assuntos sobre sexualidade feminina e masculina socialmente construídos, autonomia e empoderamento do corpo (feminismo, coerção, estupro), transgêneros, etc.
Objetivos: Induzir o pensamento crítico sobre as questões que permeiam o tema através de questionamentos sobre as discrepantes diferenças de gênero, causalidades dos comportamentos sexuais de meninas e meninos e sobre a transgeneridade.
4o Encontro:
Objetivo: Dar liberdade dos alunos trazerem suas indagações acerca do assunto, tornando o encontro dinamizado e divertido.
Obs. 1: Caso os alunos não sentirem-se a vontade para perguntar, dar a cada um deles papeis para que façam suas perguntas de forma anônima. Os papeis serão abertos e lidos para o grande grupo.
Obs. 2.: Levar os questionamentos mais frequentes entre os jovens, explaná-los e saná-los para o grupo.

Indicadores, Metas e Resultados

Espera-se atingir os grupos de adolescentes de uma escolas públicas da cidade de Pelotas, sendo 120 jovens. Além disso, deseja-se um retorno positivo das coordenações das escolas para que o projeto seja de fluxo contínuo.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA LAURA SICA CRUZEIRO SZORTYKA5
ROSE ANNE LEGORIO MARQUES

Página gerada em 28/11/2020 23:54:58 (consulta levou 0.082086s)