Nome do Projeto
Atividades Assistidas por animais como um facilitador para a diminuição do estresse em estudantes universitários
Ênfase
Ensino
Data inicial - Data final
01/04/2020 - 30/03/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias
Resumo
Atualmente os discentes universitários vem apresentando altos índices de estresse, pela busca da formação profissional, pela competição, pela distância familiar e de amigos, pela mudança de rotina, falta de tempo, entre outros, gerando desgastes físicos e emocionais. Desta forma é importante estar atento aos sinais que demonstram que o nivel de estresse está acima do aceitável e também procurar medidas possíveis para minimiza-lo e também aumentar as situações de bem-estar e de satisfação. O cansaço e a falta de motivação são uns dos primeiros sinais que aparecem seguidos de intensa tristeza, irritabilidade, diminuição do contato social e familiar, vontade de não fazer nada, somente dormir e medo. A evolução da situação de estresse pode chegar a depressão com agravamento dos sinais manifestados. Afetando muito além do desempenho académico, interferindo na saúde mental e física dos académicos e em alguns casos podendo inclusive surgir ideias de suicidio. Estudos demonstram que a interação dos estudantes com os animais diminuem os sentimientos negativos e estimulam a liberação de substâncias como endorfina, ocitocina e dopamina, as quais contribuem para diminuição de sintomas relacionados acima. Sentimentos como calma, alegria, entusiasmo, felicidade, tranquilidade, gratidão, bom humor, realização profissional e aumento do senso de responsabilidade foram relatados, além de bem-estar, socialização e o restabelecimento da memória e alívio do tédio, Deixando claro que as Atividade Assistidas por Animais em oficinas são um método para a diminuição do estresse momentâneo, mantendo a necessidade de terapias específicas, para cada caso em que o estresse esteja além do limite ou que a depressão esteja presente. Assim, o objetivo deste projeto é realizar oficinas desenvolvendo as Atividades Assistidas por Animais (AAAs) para académicos da Universidade Federal de Pelotas, visando momentos de descontração, afetividade, motivação e socialização que levam a condição de prazer e com isso a diminuição do estresse. Serão realizadas durante o ano 10 oficinas, no intervalo do meio-dia, sendo acertado diretamente com os cursos a participação, em cada oficina poderão participar de 10 a 20 estudantes. As oficinas serão realizadas com o envolvimento dos cães co-terapeutas, sendo trabalhada a afetividade, o desenvolvimento de atividades lúdicas e de jogos. O desenvolvimento será adequado ao público participante.

Objetivo Geral

Realizar oficinas desenvolvendo as Atividades Assistidas por Animais (AAAs) para académicos da Universidade Federal de Pelotas, visando momentos de descontração, afetividade, motivação e socialização que levam a condição de prazer e com isso a diminuição do estresse.

Justificativa

Na Universidade o cotidiano dos discentes é complexo, pois a busca pela formação profissional gera desgastes físicos e emocionais. Os estudantes enfrentam desafios como a sobrecarga de informações, o ganho de novas responsabilidades e a falta de tempo. Consequentemente, estes podem gerar respostas de estresse e medo, sendo prejudicial ao desempenho acadêmico. A Atividade Assistida por Animais irá promover a interação com o cão, resultando no estímulo a afetividade e a interação entre o cão co-terapeuta e também entre os participantes resultando na diminuição do estresse, que irá interferir no aproveitamento acadêmico.

Metodologia

Serão realizadas durante o ano 10 oficinas, no intervalo do meio-dia, sendo acertado diretamente com os cursos o interesse na participação, sendo que em cada oficina poderão participar de 10 a 20 estudantes.. As oficinas serão desenvolvidas em etapas e de modo estruturado cujo primeiro momento ocorrerá uma breve apresentação do projeto Pet Terapia, da equipe e dos cães co-terapeutas. Logo, todos os participantes serão convidados a participar de uma dinâmica em grupo. Os participantes jogarão um dado que contém fotos dos cães do projeto, e cada foto está associada a um bolso de um colete pedagógico que será utilizado por um cão co-terapeuta no momento da atividade. No bolso terão frases/ações motivadoras para a interação entre os participantes, estimulando a comunicação e diminuindo a timidez. Os participantes serão sorteados por cores a fim de se estabelecer grupos, sendo que cada grupo terá uma cor específica representada por um cão co-terapeuta, respectivamente. Serão realizadas atividades lúdicas motivadoras adequadas a cada grupo, sempre tendo um dos cães co-terapeutas envolvido diretamente na atividade ou como mascote do grupo. Para o encerramento da oficina, será desenvolvida uma dinâmica de integração e da exacerbação de forma anônima e individual da percepção da AAAs, seguido de frases motivadoras pela a participação de cada uma na atividade.

Indicadores, Metas e Resultados

Espera-se acolher os participantes proporcionando sensações de satisfação e prazer, incentivando a socialização e diminuindo as sensações desagradáveis. Que os cães co-terapeutas e a equipe do projeto desenvolvam a afetividade e a interação entre os participantes.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CAMILA MOURA DE LIMA
DÉBORA MATILDE DE ALMEIDA
ELLEN LOÍDE DAMASIO
EMANUELE PRADO SILVA
FERNANDA DAGMAR MARTINS KRUG
JULIANA COSTA DA COSTA
JULIANA DA SILVA COSTA
MARCIA DE OLIVEIRA NOBRE2
MARIA TERESA DUARTE NOGUEIRA
MIRELA MALLMANN SCHMALFUSS
MONIKE SILVA COSTA
NICOLE BENTO FUNK
SABRINA DE OLIVEIRA CAPELLA
TAINA ROSA DA SILVA
VIVIANE RIBEIRO PEREIRA
VIVIANE RIBEIRO PEREIRA

Página gerada em 17/08/2022 22:17:55 (consulta levou 0.103896s)