Nome do Projeto
Estudos e Pesquisas em Fenomenologia: articulações voltadas à prática clínica em instituições
Ênfase
Ensino
Data inicial - Data final
10/03/2020 - 31/03/2023
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Resumo
A articulação entre a Fenomenologia, enquanto corrente filosófica, e a Psicologia, enquanto ciência humana voltada à pesquisa e intervenção, permanece sendo objeto de estudo de inúmeros pensadores contemporâneos. Elucidar este processo é fundamental para o graduando em Psicologia, principalmente no que tange a concepção de pessoa nessa abordagem e os processos psicológicos que acompanham o desenvolvimento. A lógica que perpassa essa compreensão contraria o senso comum e mesmo outras propostas em Psicologia, exigindo um esforço de explicitação constante. Intervenções no âmbito da clínica ampliada, ou da infância, que dialogam com ações em instituições, são campos de dúvidas e desafios para estudantes que se identificam com essa proposta.

Objetivo Geral

O objetivo do presente projeto de ensino é ser um campo articulador de saberes que dialoguem, de maneira ampla, com os projetos de pesquisa e extensão desenvolvidos pelos/as estudantes a partir da proposta fenomenológica. Para isso, serão trabalhados textos clássicos da abordagem. O estudo de autores como E. Husserl, M. Merleau-Ponty e Hannah Arendt visa proporcionar uma sólida fundamentação filosófica que possa sustentar posturas mais críticas diante da realidade contemporânea.

Justificativa

Intervenções em clínica ampliada no campo da saúde ou no âmbito da infância, dialogando com ações em instituições, pedem uma articulação constante entre processos individuais e sociais. A metodologia para este tipo de trabalho gera dúvidas e desafios para estudantes que se identificam com as abordagens de cunho Existencial e Humanista. Por este motivo, este projeto se volta para tais dimensões da prática psicológica, articulando o saber filosófico a diferentes contextos nos quais a perspectiva fenomenológica possa potencializar a ação clínica.

Metodologia

O grupo de estudos funcionará em torno de um material base, com leituras previamente escolhidas e indicadas, que serão discutidas em encontros semanais, com duas horas de duração. O aprofundamento dos temas abordados será potencializado por uma metodologia que instiga os discentes a contactarem a própria experiência a partir das leituras, articulando-as com a prática vista de sua perspectiva singular. Dessa forma, busca-se alterar objetividade e subjetividade, evitando dicotomias e convidando a uma construção dialética do conhecimento.

Indicadores, Metas e Resultados

As leituras e discussões visam fomentar a atuação em diferentes territórios, promovendo uma triangulação de olhares e saberes, contribuindo para a formação de discentes críticos e atentos à complexidade da realidade no contexto atual. A partir do conhecimento produzido, espera-se produzir material escrito, como artigos científicos, bem como apresentações em congressos da área. Pretende-se também sistematizar metodologias em curso e fomentar atuações na comunidade.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AMANDA HARTWIG DE HARTWIG
ANDREZZA SILVA DA SILVA
ANNA GABRIELLY PEREIRA SOUZA
BARBARA MEDINA PERES
GABRIEL TIMM DE OLIVEIRA
GIOVANA FAGUNDES LUCZINSKI2
JULIANA ROPKE DUARTE
JÚLIO CESAR PAOLUCCI
KIZZY LESSA COUTINHO VITORIA
LUISA LISLIE BOTH GRIEBLER
MAIRA COELHO DA SILVA
MARCOS ROBERTO SILVA DE SOUZA
MARIA CAROLINA FARIAS DUARTE
MARIANA GOUVÊA SILVEIRA
ODICEIA OLIVEIRA DIAS
ROBERTA DUARTE DA LUZ
SANDRA MARA VIDAL DE SOUZA
STHEFANY LACERDA DA SILVA
THAIS SILVA DE OLIVEIRA DIAS
VANESSA DE ARAUJO MARQUES2

Página gerada em 20/01/2021 14:45:12 (consulta levou 0.117499s)